Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
Evolução Humana  |  Homem - Ser Predestinado à Evolução     |  01/03/2002
A REVOLUÇÃO INDUSTRIAL DOS SÉCULOS XIX E XX
• (1) Revolução Industrial – Sistema segundo o qual se desenvolveu em função da transformação da matéria-prima em bens de produção e consumo em contraposição à atividade agrícola (primária) e a prestação de serviços (terciária). Conjugação do trabalho e do capital para transformar a matéria –prima em bens de produção e consumo em contraposição à atividade agrícola ( primária ) e a prestação de serviços ( terciaria ). Conjugação do trabalho e do capital para transformar a matéria prima em bens de produção e consumo.


  Após a Revolução Intelectual, as atenções se concentraram sobretudo nas Ciências Físicas. 

Descartes inventou a Geometria Analítica; logo depois surgiu o desenvolvimento do Cálculo Infinitesimal pelos cientistas Newton e Leibniz. O Cálculo torna-se um instrumento essencial de cômputo na engenharia e nos ramos superiores da Mecânica. 

Newton foi um dos físicos mais ilustres da Revolução Intelectual. Sua influência no campo científico é destacada. Em 1687 publicou sua famosa tese da Lei da Gravidade Universal. Baseada, em parte nos trabalhos de Galileu, essa lei estabelecia um só princípio para todo o mundo material. Newton compartilha com Galileu a honra de ser o pai da Física Moderna. 
A Eletricidade e a primeira pilha levaram à descoberta de que o raio e a eletricidade são idênticos nos princípios. A Química recebeu o caráter de Ciência Pura. Roberto Boyle sugeriu a idéia dos elementos químicos e reviveu a Teoria Atômica. 

Lavoisier cria a Química Quantitativa; da nome ao Oxigênio e Hidrogênio afirmando que a própria vida, em essência, é um processo químico. 

Durante a Revolução Intelectual, as Ciências Biológicas também encontraram grande desenvolvimento. Roberto Hooke, é o primeiro homem a ver e descrever a estrutura celular das plantas. 

Um fabricante de microscópios (1632-1723) Anton Leeurvenhock descobre os protozoários e as bactérias do espermatozóide humano. 

Essa passagem nas descobertas científicas é para considerar que a Revolução Industrial contava com um campo científico que propiciava condições oportunas para o desenvolvimento da indústria. 

As maravilhosas invenções do século XVIII não nasceram já completas. Desde algum tempo havia um interesse mais ou menos fecundo pelas inovações mecânicas. 

A era da máquina não surgiu de um dia para o outro, mas sempre num encadeamento lógico e coerente do conhecimento. 

A fundação de impérios coloniais e o acentuado crescimento da população européia provocaram o surto de uma classe capitalista que procurava constantemente novas oportunidade de investimento para o seu interesse de riqueza. A princípio essa riqueza podia ser facilmente absorvida pelo comércio, pelos empreendimentos de mineração, pelas especulações bancárias ou pelas construções navais. 

Com o correr do tempo, as oportunidades em tais campos se tornaram bastante limitadas. Havia uma disponibilidade crescente de capitais para o desenvolvimento da manufatura. Entretanto, a procura era grande e não atendia à demanda. 

A Revolução Industrial(1) teria sido sem dúvida retardada senão fosse a necessidade de melhoramentos em certos campos da produção. Depois de muitas experiências, finalmente resultou a invenção da máquina a vapor. 

Com a crescente procura de tecidos de algodão nos séculos XVII e XVIII, as sociedades científicas ofereceram prêmios a quem apresentasse métodos de fiação. Houve o desenvolvimento da máquina de fiar e do tear hidráulico, precursores de uma série de importantes eventos na indústria têxtil. 

Por variados motivos a Inglaterra, por influências políticas e sociais, incrementou o desenvolvimento à revolução industrial inglesa. 

Um dos setores da indústria que teve grande abertura com o aperfeiçoamento da máquina a vapor foi à manufatura de ferro e de produtos desse metal. 

 A máquina a vapor, como fonte segura de energia impulsiona ainda o progresso dos transportes. 

 Em 1848, cerca de 10.000 Km de estradas de ferro haviam sido construídas na Inglaterra e nos Estados Unidos onde o transporte a vapor fluvial também encontra vazão em usos diversos. 

A invenção do telégrafo na primeira fase da revolução industrial facilita e faz progredir os meios de comunicações. 

 Em relativamente pouco tempo muitas cidades importantes estavam ligadas entre si, e, em 1851 foi lançado um cabo através do Canal da Mancha. Nos primeiros sessenta anos do século XIX grandes repercussões acontecem por decorrência na agricultura. Desenvolveu-se a Química Agrícola e a mecanização em muitos dos seus setores de produção. 

As inovações tecnológicas explodem em mudanças nos setores do transporte, da medicina, no setor têxtil. Na mecânica, no campo da ciência, nas artes, na arquitetura. Na produção dos alimentos industrializados, no setor da imprensa, na astronomia e no setor bélico chegando à bomba atômica. Causa alterações nos sistemas de administração pública e nos objetivos da educação e formação de profissionais. 

Mudou com ela e através dela a cultura, o homem e o mundo. 
As religiões também sofreram o impacto do progresso material, com o desenvolvimento do materialismo e o surgimento do capitalismo (sistema social fundado na influência ou predomínio do capital. Os meios de produção constituem propriedade privada e pertencem aos capitalistas). 

Com a acumulação da riqueza surgiu o domínio do rico sobre a população pobre, o que trouxe a miséria e a grande discriminação de boa parte da população mundial. As sociedades capitalistas sufocaram os ideais da democracia (doutrina ou regime político baseada nos princípios da soberania popular e da distribuição eqüitativa do poder, ou seja, regime de governo que se caracteriza em essência, pela liberdade do ato eleitoral, pela divisão dos poderes, e pelo controle da autoridade e dos poderes de decisão e execução). 

Com as aspirações de corrigir as grandes falhas sociais de políticas do momento, criaram-se outros sistemas como o comunismo (qualquer sistema econômico e social baseado na propriedade coletiva, criado teoricamente por Karl Marx como etapa posterior ao socialismo. Propriedade coletiva dos meios de produção) e o socialismo (conjunto de doutrinas que se propõem a promover o bem comum pela transformação da sociedade e das relações entre as classes sociais, mediante a alteração do regime de propriedade). Esses sistemas nasceram na Rússia e em alguns poucos países pequenos. 

O desejo de sanar os grandes males das diferenças sociais, criadas pelo Capitalismo, levou os criadores destes novos sistemas a idealizarem um corpo de sistema político e social, pelo qual todos os homens pudessem usufruir de uma vida com justiças sociais e políticas. Era desejada uma nova sociedade. 

Entretanto, o poder Capitalismo no mundo interferiu e os executores desses novos regimes não encontraram os meios próprios para a realização dessa grande mudança de sistemas de governo. 

Nos tempos de hoje, enfrentando novas lutas, é o homem chamado a fazer as grandes mudanças pela educação pessoal onde o ser humano deixe desabrochar o homem espiritual sobre o homem materialista. Está reservado à nossa época fixar as idéias sobre as verdades da criação e fixar os princípios que determinam o homem como viajor do Universo em caminhada eterna onde a perfeição espiritual é a meta.

Luiza de Campos Freire Favareto
Março / 2002

Próximo estudo: " A vinda de Jesus ao Planeta Terra "
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett