Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Céu e o Inferno  |  Segunda Parte - Exemplos Capitulo I   |  O passamento   |  01/08/2005
O PASSAMENTO - 3
Item 3 (cont.) e 4. - O perispírito é o envoltório da alma e não se separa dela nem antes nem depois da morte. Ele não forma com ela mais que uma só entidade, e nem mesmo se pode conceber uma sem outro. Durante a vida o fluido perispirítico penetra o corpo em todas as suas partes e serve de veículo às sensações físicas da alma, do mesmo modo como esta, por seu intermédio, atua sobre o corpo e dirige-lhe os movimentos .A extinção da vida orgânica acarreta a separação da alma em conseqüência do rompimento do laço fluídico que a une ao corpo, mas essa separação nunca é brusca.(1)

O perispírito, ou corpo fluídico, também conhecido como corpo astral, psicossoma, corpo celeste e outras denominações, é o corpo de que se serve o Espírito como veículo de sua manifestação no Plano Espiritual e como intermediário entre o corpo e o espírito quando encarnado. De natureza sutil, o perispírito tem sua origem no Fluido Cósmico Universal.Por sua vez o Fluido Cósmico definido por André Luiz como "o plasma divino, hausto do Criador ou força nervosa do Todo-Sábio. Nesse elemento primordial, vibram e vivem constelações e sóis, mundo e seres, como peixes no oceano" (2), ou seja, a matéria elementar primitiva, cujas modificações e transformações constituem a inumerável variedade dos corpos da Natureza.Para tal assume dois estados distintos: o de eterização e o da materialização. As matérias derivadas do fluido universal apresentam-se nos estados sólido, líquido, gasoso e no estado fluídico propriamente dito, também chamado de fluido espiritual, tanto que, enquanto os três primeiros podem ser manipulados pela mão do homem, o último é sensível ao poder do pensamento e da vontade dos Espíritos ( 3).
 
Na época de Allan Kardec, as idéias cientificas preponderantes sobre a Matéria se baseavam nas idéias de um grande cientista, Sir Isaac Newton (1642-1727). O Fluido Cósmico Universal idealizado por Newton seria uma forma fluídica material mais etérea, imponderável, inelástica , não ofereceria atrito, e viscoso ao deslocamento dos corpos, no qual os corpúsculos luminosos por ele imaginados como componentes da luz também podiam se apoiar para a propagação óptica. Allan Kardec não conhecia outro componente universal, não era leviano, muito pelo contrario, todos os seus estudos tinham base cientifica, motivo porque tinha que se referir às idéias de sua época.Foi neste sentido que ele disse que o Espiritismo tinha que avançar com a Ciência (4) .

Posteriormente as teorias de Newton foram contestadas por Maxwell e outros cientistas. Na atualidade essa energia fundamental, é vista na Física como a energia amorfa fundamental. Albert Einstein (1879-1955), com sua famosa equação, provou que a matéria nada mais é do que energia condensada, podendo ser organizada e integrada de tal modo que ela adquire variados graus de densidades. Os estados da matéria descritos na Física hoje não são apenas os três estados conhecidos na época de Allan Kardec, ou seja, sólido, líquido, gasoso mas cinco estados: sólido, líquido, gasoso, plasma e zero absoluto ( 5 ).

Todos os corpos existentes na Terra, assim como todos existentes no Universo têm uma característica em comum: são constituídos por matéria. Os seres vivos, assim como tudo na Natureza são compostos de energia podendo estar cristalizados de forma densa e de forma sutil. Estas duas formas de matéria se interagem formando a unidade o Ser vivo. A matéria, por ser energia, vibra em determinadas freqüências. Quanto mais baixa for a freqüência da vibração mais densa será a matéria e mais acostumados estarão nossos cinco sentidos em lidar com ela. Quando a freqüência da vibração é mais elevada a matéria será mais sutil e mais difícil será sua percepção pelos sentidos. Na sua essência esta matéria consiste principalmente em prótons, nêutrons e partículas sub atômicas, os componentes do núcleo do átomo, ainda considerado como a unidade da matéria. Os físicos chamam essas partículas de bárions, da palavra grega barýs, que significa "pesado". O chamado mundo físico, o mundo percebido pelos cinco sentidos, é constituído de matéria densa ou matéria barionica (6). 

O que diferencia todos os corpos do Universo portanto é o tipo de matéria, ou seja, a concentração de cada elemento diferente existente na natureza e também seu estado. Portanto, tudo que está relacionado com o Ser Vivo está relacionado à matéria densa e a matéria sutil que o compõem como definiu Allan Kardec em A GÊNESE(3). Sob a visão da ciência terrena apenas 4% da energia condensada, corresponde à matéria que conhecemos, 96% ainda não é conhecida (6). Acredita-se em vários estados intermediários uma vez que é claro para a Ciência a inexistência de passagens bruscas e estados absolutos (7).Assim quanto mais investiga a Natureza, mais se convence o homem de que vive num reino de ondas transformadas em luz, eletricidade, calor ou matéria, segundo o padrão vibratório em que se exprimam." (8) Ou como se refere André Luiz, no livro "Evolução em Dois Mundos" (9) " que o fluido cósmico ou plasma divino é a força em que todos vivemos, nos ângulos variados da Natureza", motivo pelo qual Paulo de Tarso (10) afirmou que,"em Deus nos movemos e existimos."".

O Espírito pela sua essência diferente de tudo quanto possamos imaginar não pode exercer ação direta sobre a matéria bruta. Considerando que no Universo na há transição brusca na transformação do fluido universal em matéria tangível, é razoável considerar a existência de um elemento intermediário , também originário do fluido universal, mas cuja condensação seja menor servindo de intermediário vibratório entre o espírito e o corpo físico.Em "O livro dos Espíritos" (11) estudamos que: "O perispírito é o laço que à matéria prende o Espírito, que o tira do meio ambiente, do fluido universal. Participa ao mesmo tempo da eletricidade, do fluido magnético e, até certo ponto, da matéria inerte. Poder-se-ia dizer que é a quintessência da matéria. E' o principio da vida orgânica, porém não o da vida intelectual, que reside no Espírito. É, além disso, o agente das sensações exteriores. No corpo, os órgãos, servindo-lhes de condutos, localizam essas sensações." È necessário lembrar que na época em que foi escrito " O Livro dos Espíritos"(1857) considerava-se a eletricidade como um fluido, na verdade, não se tendo exata concepção do que vinha ser. 

Allan Kardec ao questionar os Espíritos (12) -" O Espírito propriamente dito tem alguma cobertura ou está, como pretendem alguns, envolvido numa substância qualquer?" Recebeu a seguinte resposta: 

" O Espírito está revestido de uma substância vaporosa para os teus olhos, mas ainda bem grosseira para nós; muito vaporosa, entretanto, para poder elevar-se na atmosfera e se transportar para onde queira. Assim como o germe de um fruto é envolvido pelo perisperma, da mesma forma o Espírito propriamente dito está revestido de um envoltório que, por comparação, pode-se chamar de perispírito." O que se apreende desta resposta é que o perispírito é constituído de matéria, porém, caracterizada por outro estado vibratório. Varia de mundo para mundo. (13) Quando encarnado, o Espírito se vale do perispírito para atuar sobre o corpo e sobre o meio ambiente e, por seu intermédio, recebe sensações dos mesmos. Durante a gestação do corpo carnal o perispírito se liga a ele, célula a célula, Cada célula do corpo físico corresponde a uma célula do corpo espiritual.Cada função orgânica corresponde a uma função perispirítica. ( 14) . Quando o Espírito determina, estender a mão para colher uma flor por exemplo, o corpo material obedece à ordem, porque as instruções emitidas pelo Espírito, esta é a sua vontade, são repassadas, através da ligações perispirituais às células nervosas do cérebro material que simplesmente obedecem. O cérebro funciona aqui como receptor da ordem do Espírito e aciona a rede nervosa que atinge o órgão envolvido que no caso era a mão. Da mesma forma os sentimentos gerados no Espírito, que é sua fonte de origem, é levado para o corpo carnal.Todos os sentimentos, bons ou maus: sentimentos de amor ou ódio, alegria ou tristeza, serenidade ou angústia, e muitos outros, irão revitalizar as células materiais ou produzir nelas distúrbios que podem se complicar, causando mal-estar e até doenças.Gabriel Delanne, (15)afirma: " O perispírito está ligado ao corpo por intermédio do sistema nervoso; toda sensação que abala a massa nervosa, desprende essa espécie de energia, a qual se deram os mais diversos nomes: fluido nervoso, fluido magnético, força ectênica, força psíquica, força biológica... Essa energia age sobre o perispírito para comunicar-lhe o movimento vibratório particular, segundo o território nervoso que foi excitado (vibração visual, auditiva, táctil, muscular, etc.), de maneira que a atenção da alma seja acordada e que se produza o fenômeno da percepção. Quando encarnados sentimentos e pensamentos reagem constantemente sobre o perispírito, tornando-o mais denso e sombrio se forem maléficos ou mais leve e luminoso se forem benéficos. O perispirito é indestrutível (16), mas poderá ser lesado e mesmo mutilado, com amplas perdas de substância face da persistência na prática do mal, pois a energia despendida pelo Ser nestas ações interagem no perispirito levando sua".lesão. Léon Denis (17), afirma: "É pelas correntes magnéticas que o perispírito se comunica com a alma. É pelos fluidos nervosos que ele está ligado ao corpo. Esses fluidos, posto que invisíveis, são vínculos poderosos que o prendem à matéria, do nascimento à morte e, mesmo nos sensuais, assim o conservam, até a dissolução do organismo". As radiações emitidas pelo perispirito variam de natureza e intensidade conforme o estado mental do seu portador; tais emissões são formadas de fluidos, entenda-se aqui alguma forma de energia ainda desconhecida pela Ciência. Conforme o Espírito vai progredindo em moralidade, o perispirito, purifica-se e torna-se etéreo, passa a vibrar em outra freqüência portanto em outro estado da matéria. Segundo Rizzini (18) o perispirito, é um verdadeiro arquivo de tudo quanto o sujeito aprendeu, experimentou e assimilou: recordações, conhecimentos acumulados, vidas passadas, etc., têm nele seu registro.
A extinção da vida orgânica acarreta a separação da alma em conseqüência do rompimento do laço fluídico que a une ao corpo, mas essa separação nunca é brusca. O fluido perispiritual só pouco a pouco se desprende de todos os órgãos, de sorte que a separação só é completa e absoluta quando não mais reste um átomo do perispírito ligado a uma molécula do corpo.(1) Assim o fenômeno da morte nada mais é do que o desligamento de todos os fios fluídicos do perispírito, liberando o Espírito do corpo material.O desprendimento se dá "molécula por molécula conforme se unira" (19) Uma vez ocorrido tal desligamento no processo da morte, o Espírito não mais pode voltar a animar aquele que foi o seu veículo de carne. Despojado do corpo físico, pelo desencarne o Espírito permanece com o perispírito, veículo de sua manifestação no Plano Espiritual. Como no perispirito fica arquivado tudo que aprendemos, experimentamos e assimilamos (18), carregamos para a"outra vida" a vida atual.André Luiz (9) ensina que"É por essa couraça vibratória, espécie de carapaça fluídica, em que cada consciência constrói o seu ninho ideal". E Emmanuel (20) sugere que "Atingindo a maioridade moral pelo raciocínio, cabe a nós aprimorar as manifestações do nosso perispírito e enriquecer-lhe os atributos, porque todos os nossos sentimentos e pensamentos, palavras e obras, nele se refletem, gerando conseqüências felizes ou infelizes, pelas quais entramos na intimidade da luz ou da sombra, da alegria ou do sofrimento.

Laurelucia Orive Lunardi
Agosto / 2005
 
Bibliografia:
Allan Kardec, Allan, " Céu e Inferno" Segunda Parte, capitulo I item 3. Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira - André Luiz * "Evolução Em Dois Mundos" 20ª edição. Allan Kardec "A GÊNESE "-cap. XIV, it. 2,pág.273. Jornal espírita (FEESP)- Julho 2002 David Halliday & Jearl Walker &Robert Resnick -"Fundamentos da Física: Ótica e Física Moderna, vol 3". Hewitt, Paul G.. Conceptual Physics, 8. ed., USA: Addison Wesley ,1998 Xavier, Francisco Cândido, e Vieira, Waldo; "Mecanismos da Mediunidade"; apresentação, FEB; 1960. Xavier, Francisco Cândido, e Vieira, Waldo; - André Luiz * "Evolução Em Dois Mundos" p. 129. Bíblia Sagrada, Atos 17:28. Allan Kardec, Allan, "O Livro dos Espíritos ", questão 257. Allan Kardec, Allan, "O Livro dos Espíritos ", questão 93. Allan Kardec, Allan, "O Livro dos Espíritos ", questão 94. Zimmermann, Zalmino, "Perispírito" - 2a Edição Revista e Ampliada. Delanne, Gabriel "A Reencarnação". cap. VII, pág. 144, Gabriel Delanne " Evolução Anímica", FEB, 4ª edição, pág. 159. Léon Denis, "Depois da Morte", 3. ª parte, item XXI, p. 176, 11.ª edição. Carlos Toledo Rizzini, "Evolução para o terceiro milênio" p. 69 a 75. Allan Kardec ,"A GÊNESE ",cap. XI it. 18,p. 214-215. Francisco Cândido Xavier - Emmanuel "Palavras de Emmanuel" pág.15- - 7ª edição.
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett