Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Capítulo III - Criação     |  04/05/2009
FORMAÇÃO DOS SERES VIVOS - (QUESTÕES DE 43 A 49) - PARTE IX
Livro Primeiro: As Causas Primárias
 
Cap. III - Criação

II - Formação dos Seres Vivos (questões de 43 a 49)


49 – continuação do mês de abril de 2009 (...) Esse achados e seus respectivos estudos dividem essa apreciação em ter fases: primitiva, paleolítica e neolítica.

A.    Pitecanthropus erectus - caixa craniana correspondente ao tamanho em estágio entre o chimpanzé e o homem. A disposição do fêmur não permitia postura ereta e corrida livre sem o uso das mãos: era um macaco que andava, um sub-homem.
B.    O sub-homem de Heidelberg - constituído a custa de um maxilar encontrado em Heidelberg. Dentes com características humanas. Deve ter tido corpo avantajado, grandes braços, peludo e de aspecto bem animalizado.
C.    Homem de Neanderthal - é possível que a partir deste, tivessem início alguns sons, pequenas articulações, não representando ainda a palavra; teriam, entretanto, acentuações agudas e graves. Não sustentava a cabeça ereta e o queixo para dentro impedia o desenvolvimento da palavra. Tem várias semelhanças com o homem de Heidelberg, o que dá uma possibilidade de herança naquela raça. Seria um homem troncudo, forte, baixo e de aspecto pouco humano.
D.    Homo Rodesienses, homem da caverna, rodesiano com alguns traços do Neanderthal; o crânio, dentes, maxilar, arco das sobrancelhas e sua disposição geral, aproximava-o da linha humana, embora mantivesse a fisionomia simiesca.
E.    Tipo ancestral australóide – semelhante aos aborígenes modernos, distinguindo-se apenas pela dimensão dos maxilares.
F.    Cro-magnon – crânio maior, face mais larga, nariz proeminente; eram altos e fortes. Bastante selvagens apresentavam as características de seus antecessores. Vida tribal mais aprimorada habitaram a Europa por milhares de anos. É possível tenha havido miscigenação com raças vindas da Ásia, deslocando-se para a Ásia.

Com isso, apuraram novas condições e aspectos mais aperfeiçoados: feições mais finas, inteligentes, corpo grande e proporcionado com pernas abertas adaptadas às grandes caminhadas.
             
Seus cranios atestam atividades cuja cerebração, permitia desenvolver tanto a vida ao ar livre como nas cavernas, de acordo com o clima. Hoje, pelos fósseis encontrados em suas aldeias, sabe-se que usavam armas de pedra e madeira e que estiveram em contato com cavalos, veados, ursos, raposas, lobos e outros animais. Deixaram desenhos, alguns coloridos e pequenas estatuetas.
             
Fase paleolítica ou neolítica - a primeira fase fala de um avançar da fase anterior, aprimorando a vida tribal e fazendo utilização de vários objetos.
             
O machado de pedra inicia o período neolítico: a pedra passa a ser polida e a agricultura tem início em colheitas rápidas usando sementes silvestres. Desenvolve-se a cerâmica; inicia-se a trança e a fiação e certos animais passam a ser domesticados.
             
A expressão falada alcança melhor nível, permitindo o início de uma escrita na qual os pensamentos vão se ampliando.
             
Com o trabalho, a semeadura, o desenvolvimento da agricultura na posse da terra, nascem as religiões. Aliás, os magos e os feiticeiros, existem desde o paleolítico, porém, vai ser no neolítico que as liturgias se apresentam com maior riqueza de detalhes.
            
 Pouco a pouco, começa esse homem a ceder ao enraizado egoísmo animal, em favor do grupo, da grei, o que é estudado como uma forma de amor, que como tudo no processo evolutivo, se alargará mais e mais em busca da fraternidade integral que um dia unirá futuras civilizações.
            
 Apesar de tantos, e no caso, até superficiais detalhes, frente aos estudos existentes, a humanidade ainda se preocupa quanto à sua origem.
            
 As discussões permanecem e prosseguem, entretanto, face às várias teorias e variações, a maioria aceita a evolução como um mecanismo que deve atender a uma finalidade e que estudaremos no próximo mês (junho) quase que funcionando como um preparo para os estudos que se seguirão, quando adentrarmos no povoamento da Terra.

Leda Marques Bighetti
Maio / 2009
 
Bibliografia:
Andréa, Jorge – Impulsos Criativos da Evolução – Editora Arte e Cultura – Niterói – RJ – 2ª ed. 1989 – cap. I II
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett