Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Livro Primeiro: As Causas Primárias Capítulo I - DEUS     |  01/07/2004
DEUS E O INFINITO DE 1 A 3 (PARTE I)
I. Deus e o Infinito
II. Provas da Existência de Deus
III. Atributos da Divindade
IV. Panteísmo

I - Deus e o Infinito - 1 a 3

             "(...) 1 - O que é Deus?
                          Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas".1

             Recordar que as perguntas são formuladas pela mente pesquisadora, filosófica do Professor Rivail, Allan Kardec, enquanto que as respostas são dadas pelos Espíritos Superiores, comprometidos coma Terceira revelação.
             Quando pergunta, que é Deus, usa essa forma porque não visa identificar origem, definir natureza, constituição, humanizar, dar detalhes íntimos que personificam e caracterizam, uma vez que essa é função do pronome quem.
             Ao usar, que, busca entender qualificação, propriedades, dotes, virtudes, superioridades, a excelência em atributos que distinguindo de tudo quanto existe, projeta-o no infinito, através da transcendência.
             Atendo-se a esse cabedal de superioridade, obtém a resposta.

             "(...) Deus é a inteligência suprema, causa primária de todas as coisas". 1

abrindo a que se visualize um caminho, no qual se compreende a presença de um ser Superior Moral a definir-se em total respeito aos princípios de Justiça, sabedoria, sentimentos e significados pessoais dando sentido às existências, vidas, reencarnes e desencarnes.

             "(...) 2 - O que devemos entender por infinito?
                          Aquilo que não tem começo nem fim: o desconhecido; todo desconhecido é infinito". 1

             "(...) 3 - Poderíamos dizer que Deus é infinito?
                          Definição incompleta. Pobreza da linguagem do homens, insuficiente para definir as coisas que estão além da sua inteligência". 1

             Infinito, não finito, sem fim termo ou limite de duração, extensão ou intensidade extremas, imenso, inumerável, incontável.

"(...) palavras que usamos para referir um atributo cujo Carter ignoramos totalmente".
Infinito para o homem, é tudo quanto não consegue conceber, não pode compreender, pois sua mente finita, limitada não tem, não possui registros identificadores para abranger, materializar e melhor entender, esse Absoluto.
Não nos é possível sequer conceber o Nada, o vazio absoluto, do qual Deus teria saído como o Ser Absoluto. Tirar o Absoluto do Nada é uma contradição que o nosso entendimento repele. A existência de Deus, como anterior à Criação é inconcebível. E se algo existia antes, temos um poder criador anterior a Deus. A tese budista do Universo incriado, que sempre existiu, subordina o poder de Deus a essa existência misteriosa e inexplicável. Nos limites da nossa mente esses problemas não cabem, são mistérios que serviram para todos os sofismas, jogos de palavras e conclusões monstruosas do pensamento teológico. Mas quando aplicamos o bom-senso, com a devida modéstia de criaturas finitas e efêmeras, diante do Infinito e da Eternidade, podemos reduzir o ilimitado aos limites da realidade inteligível. Então o raciocínio dedutivo, de ordem científica, que parte do chão da existência evidente, para alcançar pouco a pouco as alturas acessíveis, nos coloca diante de uma realidade que podemos dominar. Deus como Existente, que existe na nossa realidade humana, pode ser tocado com os dedos e sentido, captado pelo nosso sensório comum. Não necessitamos da percepção extra-sensorial para captar a sua existência. O grande erro das religiões é apresentar Deus como enigma insolúvel e exigir que o amemos de todo o coração e todo o entendimento. Essa colocação contraditória levou-as a um absurdo ainda maior, o de transformar Deus num tirano sádico que nos criou para submeter-nos à tortura e à perdição. Por mais que se fale em amor, misericórdia e piedade, essas palavras nada valem diante das ameaças da escatologia religiosa.
Mas Deus como Existente é o Pai que Jesus nos apresenta em termos racionais, pronto a nos guiar e amparar, anos dar pão e não cobras quando temos fome e a nos convidar incessantemente para o seu Reino de Harmonia e Beleza. Se podemos percebê-lo em nós mesmos, na nossa consciência e no nosso coração, se podemos vê-lo em seu poder criador numa folha de relva, numa flor, num grão de areia e numa estrela se podemos conviver com ele e sentarmos com ele à mesa e partir o pão com os outros, então ele realmente existe em nossa realidade humana e o podemos amar, e de fato o amamos de todo o coração e de todo entendimento. Deus como Existente é o nosso companheiro e o nosso confidente. Não dependemos de intermediários, de atravessadores do mercado da simonia para expor-lhe as nossas dificuldades e pedir a sua ajuda. A existência de Deus se prova então pela intimidade natural (não sobrenatural) que com ele estabelecemos em nossa própria existência". 3

             Esse entender afasta o engano da idéia de um ser, todo poderoso, insensível ao sofrimento dos outros que castiga alguns enquanto permite que outros vivam felizes no uso e abuso dos bens terrenos.

Continua em nosso próximo estudo...

Leda Marques Bighetti 
Julho / 2004
 
Bibliografia:
KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos - q. 1 a 3 
FLAMMARION, Camille. Deus na Natureza - cap. 
V PIRES, José H. Concepção Existencial de Deus - I 
DENIS, Léon. O Grande Enigma - IV 
XAVIER, Francisco C. - Emmanuel (Espírito). 117 
MENSAGENS E ORAÇÕES. Enfim te encontro - pág. 2
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett