Pensemos 3

     1 – “Quando o homem se faz dócil à inspiração superior, sintoniza, naturalmente, com o programa que lhe cumpre desenvolver, recebendo a ajuda que flui do Alto e tendo diminuídas as dificuldades que lhe são provas de resistência na luta e desafios aos valores morais”. 182.

     2 – “Espíritos perversos e infelizes sempre se utilizam das tendências negativas daqueles a quem odeiam, para estimulá-las, desse modo levando-os às situações penosas, perturbadoras”. 183.

     3 – “Quando alguém se candidata a uma ação meritória, nunca deve esperar dos outros os exemplos de virtudes e nem as lições de elevação continuada, mas examinar as próprias disposições para verificar o que tem, o de que pode dispor em nome de Jesus para oferecer. 184.

     4 – “A função do Espiritismo é essencialmente a de iluminação a consciência com a consequente orientação do comportamento armando seu aprendiz com os recursos que o capacitem a vencer-se, superando as paixões selvagens e sublimando as tendências inferiores mediante cujo procedimento se eleva”. 191. 

     5 – “Os Mensageiros da Luz operam de igual maneira, isto é, auxiliando e esclarecendo, porém, não poupando ninguém aos compromissos de elevação, às tarefas reparadoras, aos deveres imediatos. Inspiram, consolam, suavizam as asperezas da marcha, no entanto, cada qual terá que caminhar com os próprios pés, a esforço pessoal”. 193.

     6 – “O tempo, que a todos nos alcança traz, no momento próprio, o auxílio específico para a solução de todas as dificuldades. Nesse sentido, a dor funciona com maestria, ensinando a conduta mais compatível com o objetivo de alcançar a paz.”  198.

     7 – “Quando aprendemos, realmente, desencarnados ou não, a recorrer à Providência Divina, jamais nos escassearão recursos para os cometimentos elevados”. 210.

     8 – “O pensamento gera energias que carregam cargas vibratórias de acordo com o teor moral de que se revestem as ideias”. 219.

     9 – “Quem possui o conhecimento da vida espiritual, não deveria caminhar entre sombras, em face da luz que lhe deve estar implantada na razão, conduzindo os sentimentos e aprimorando-os”. 223.

     10 – “O problema da evolução é pauta de dever pessoal, intransferível, não podendo ninguém crescer no lugar de outrem”. 224.

     11 – “A evangelização do Espírito desencarnado é de suma importância, mas, igualmente, a da criatura humana, que se emaranhou na delinquência e ainda não se recuperou dos delitos praticados”.191.

Fonte: Painéis da Obsessão, Divaldo P. Franco, pelo Espírito Manoel P. de Miranda

Leda Marques Bighetti – Setembro / 2022

______________________________________________________________________________________________________________
http://www.cebatuira.org.br/
2022/12/1 | 13:33:57

IMPRIMIR