Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Editora   Livraria   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
Reflexões Espíritas
voltar Imprimir
Fenômeno
Data: 12/01/2016

Releitura de títulos desenvolvidos pelo Espírito Vianna de Carvalho em 1983 em “À Luz do Espiritismo” na psicografia de Divaldo Pereira Franco. Títulos mantidos em abordagens livres.

Fenômeno

Em “O Livro dos Médiuns”, capítulo II, item 17 consta:

“Algumas pessoas contestam os fenômenos espíritas precisamente porque tais fenômenos lhes parecem estar fora da lei comum e porque não logram achar-lhes qualquer explicação. Dai-lhes uma base racional e a dúvida desaparecerá. A explicação, neste século em que ninguém se contenta com palavras, constitui, pois, poderoso motivo de convicção. Daí o vermos, todos os dias, pessoa, que nenhum fato testemunharam, que não observaram uma mesa agitar-se, ou um médium escrever, se tornarem tão convencidas quanto nós, unicamente porque leram e compreenderam. Se houvéssemos de somente acreditar no que vemos com os nossos olhos, a bem pouco se reduziriam nossas convicções”.

Quem só acredita no que vê, realiza limitadas aquisições dadas à facilidade com a qual nossos olhos se enganam.

Segundo Saint- Exupéry em “O Pequeno Príncipe”,... “Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer”.

Newton concluindo sobre a ação da lei de gravidade; Pasteur e os microrganismos; Grassi e Masson identificando o papel de determinado mosquito na transmissão da malária, alguns entre inúmeros outros que não se detiveram no estabelecido.

Antes deles, Ptolomeu, Halley, Laplace, sondando espaços, descobrindo astros “escondidos” em meio ao óbvio.

E muito, muito antes destes, místicos antigos se relacionando com “entidades”, Espíritos que sempre existiram.

Nesse sentido, a Doutrina Espírita não apresenta qualquer novidade. Reaviva concepções esquecidas e renova conceitos em torno da imortalidade da alma. Primeiramente, porém convida o Homem ao estudo metódico e racional começando por questionar se é capaz de se entender como um Espírito, aceitando a existência de Espíritos como individualidades sobreviventes ao corpo físico.

Sem esse detalhe primordial, inútil qualquer tentativa para “provar” a comunicabilidade dos “mortos” que continuam a viver ou vê-los materializados. Caso isso acontecesse, passado o impacto, acreditar-se-iam saídos de estados alucinatórios da mente fantasiosa.

Nesse sentido, o fenômeno mais eloquente do Espiritismo é o próprio Espiritismo que na sua filosofia desperta para as consequências morais nascidas dos atos de cada um oferecendo explicações para fatos considerados miraculosos, sobrenaturais, fantásticos. Abre horizontes à investigação psicológica, promove o ressurgimento do Cristianismo como celeiro de luz, campo de trabalho e escola de bênçãos.

“No Espiritismo, a questão dos Espíritos é secundária e consecutiva; não constitui o ponto de partida. Este precisamente o erro em que caem muitos adeptos e que, amiúde, os leva a insucesso com certas pessoas. Não sendo os Espíritos senão a alma dos homens, o verdadeiro ponto de partida é a existência da alma. Ora, como pode o materialista admitir que, fora do mundo material, vivam seres, estando crente de que, em si próprio tudo é matéria? Como pode crer que, exteriormente à sua pessoa, há Espíritos, quando não acredita ter um dentro de si? Será inútil acumular-lhe diante dos olhos as provas mais palpáveis. Contestá-las-á todas porque não admite o princípio.” (O L. Dos M. cap. III, 19).

Recordar que há dois mil anos Jesus esteve conosco. Apesar do testemunho da História, não faltam os que negam essa realidade. Seu exemplo, porém, permanece sublime, retratado no Evangelho que vence o tempo e os homens, oferecendo ao mundo seu legado de amor.

O fenômeno mediúnico é enriquecimento da experiência auxiliado pela educação moral que é base de todo aprendizado, lembrando, conforme ensina a Codificação, que os Espíritos elevados se ligam de preferência aos que procuram elevar-se.

 

Leda Marques Bighetti – Janeiro/2016

 
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Editora
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Livraria
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett