Feira do Livro Espírita
        O livro espírita, como sabemos, é semente que, se plantada, garante colheita farta no solo do Espírito. 
        É uma árvore grandiosa, belíssima.... 
        Sua raiz : - o Evangelho de Jesus 
        Seu tronco : - as obras de Allan Kardec 
        Sua copa : - a literatura espírita 
        Seus frutos : - os livros - a educação para o Espirito , aprendizado que convida à renovação. 
        O solo fértil para esse plantio será exatamente o dia de hoje, na importância que cada momento no tempo, representa para o Espírito imortal. 
        Assim, a " Feira do Livro Espírita " tem como objetivo único, divulgar Doutrina Espírita, oferecendo livros a preço de custo, para que todos tenham condições de adquiri-los. 
        É realizada em praça pública, para que a divulgação alcance toda comunidade. As cidades, desse modo, passam a ter grande papel na divulgação da Doutrina Espírita justamente pela quantidade de Centros e Sociedades Espíritas que reúne. A partir disso, é necessária essa expansão em convite para que a cidade, os bairros ou os Centros se unindo, realizem a Feira. 
        Esta, além da divulgação, incentiva o hábito da leitura, do estudo doutrinário, cria valorosa oportunidade para união da família espírita; proporciona a entrada de novos companheiros no trabalho; favorece a aquisição dos livros a preços reduzidos, facilita criação e enriquecimento das bibliotecas circulantes nos Centros, além do imensurável benefício, daqueles que, através dessa leitura, desses livros, encontra esclarecimentos, respostas, consolação. 
        Ainda, em praça pública divulga, sobre as bases sólidas dos títulos cuidadosamente escolhidos, o que é o Espiritismo, desfazendo preconceitos, superstições, crendices. 
        A maior preocupação, deverá ser contudo, em relação à qualidade dos livros que ali são levados. Seleciona-se o melhor, isto é, busca-se autores, textos e assuntos, comprometidos com a manutenção da pureza doutrinária contidas nas Obras Básicas de Allan Kardec. 
        Oferecer portanto, livros verdadeiramente espíritas, comprometidos com a Causa, no respeito ao pensamento doutrinário. Seria como que, diante de um grande pomar, oferecêssemos os melhores frutos para que os visitantes, saboreando-os, fortaleçam-se entendendo a Vida como benção. 
        Nesse objetivo, será sempre momento para iniciarmos uma primeira feira se já não a temos, ou aprimorar, melhorar, selecionar, se já as realizamos. 
        Somos todos chamados ao trabalho. Aceitemos a oportunidade e quando da sua realização marquemos presença indo, visitando, participando, trabalhando, pois já entendemos que, Doutrina Espírita, o Cristianismo Redivivo, é caminho para crescimento, renovação e libertação em Jesus. 

Naiara Taici Ferreira de Oliveira
 Junho / 2001 
______________________________________________________________________________________________________________
http://www.cebatuira.org.br/
2018/9/21 | 05:30:30

IMPRIMIR