Na Glória da Vida
Releitura de títulos desenvolvidos pelo Espírito  Vianna de Carvalho em 1983  em “ À Luz do Espiritismo” na psicografia de Divaldo Pereira Franco. Títulos mantidos em abordagens livres.

11 –  Na Glória da Vida

      A Ciência a cada dia alarga horizontes, prolonga a vida física, enquanto lado a lado, funciona o aborto delituoso, a eutanásia, o desrespeito à maternidade, a criminalidade decorrente ou não do uso de alucinógenos marcando, junto a outras aberrações, índices alarmantes nos países chamados de cristãos e civilizados.

     A mídia mostra com prodigalidade essas aflições que açoitam o mundo. Fragilizado, descrente de que vale a pena ser correto, bom, o Homem recorre, bate às portas da fé, sedento de paz e esperança nas promessas de Jesus.

     De modo geral, encontra a crença preocupada com o terreno, desatenta ou  em descaso com o indivíduo perdido nos meandros da angústia, dúvidas, que procurando um norte, aspira por alguém que nada lhe fale: apenas o ouça.

     Em meio à tão cruel realidade, o firmamento e as distâncias, mostram as glórias de Deus embasadas nas leis de equilíbrio falando de ordem, grandeza, perfeição, espetáculos que visam chamar a atenção da razão e do sentimento para algo que transcende a repetição monótona de um cotidiano real e duro.

     A Natureza insiste em chamar atenção: o Sol com seu deslumbrante poder é vassalo de Alcíone que é apenas uma das estrelas do grupo das Plêiades... A Via Láctea que nos serve de berço... Quanta... quanta realidade além dos estágios nevoentos em que fixamos o olhar...

     Mais próximo, a equipagem eletrônica pesquisando o infinitamente pequeno, revela também a máquina perfeita que é o aglomerado celular que compõe o corpo humano... Detalhes a expressar a sabedoria de um Criador na vida organizada... 

     Em face de tantos detalhes, despercebido, esse Homem se aturde ou sonha, não penetrando na simplicidade majestosa, dinâmica, vibrante a mostrar-lhe a Previdência e Providência que a ninguém e em nenhum momento abandona, oferecendo forças para vencer, crescer e libertar.

     Ansiando por liberdade, permanece torturado. Desconhece os acordes da fé racional, esclarecedora, científica, consoladora, pronta a desvendar-lhe os até então “mistérios”; fé esta que descerra as cortinas da ficção religiosa para a realidade divina cujo caminho é Jesus, o sublime modelo e guia para a querida Terra.

    Nessa alma, ao se descobrir em Jesus, emoções renovadoras nascem, integrando-o  na obra grandiosa de um Pai de Justiça, Misericórdia e Amor no qual encontrará, até nos acontecimentos menos felizes, explicações lógicas de seres que se constroem rumo à perfeição..  

Leda Marques Bighetti – Abril/2014

______________________________________________________________________________________________________________
http://www.cebatuira.org.br/
2018/2/22 | 17:59:45

IMPRIMIR