Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Capítulo IV     |  01/11/2012
SERES ORGÂNICOS E INORGÂNICOS - INTRODUÇÃO E QUESTÕES DE 60 A 67A - PARTE III
             Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade (Segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec)

Livro Primeiro: As Causas Primárias

Capítulo I
 DeusQ. 1 a 16
Capítulo II
 Elementos Gerais do UniversoQ. 17 a 36
Capítulo III
 CriaçãoQ. 37 a 59
Capítulo IV
 Princípio VitalQ. 60 a 75a
 
ISeres Organicos e InorganicosQ. 60 a 67a
IIA Vida e a MorteQ. 68 s 70
IIIInteligencia e InstintoQ. 71 a 75a

Capítulo IV – Seres Orgânicos e Inorgânicos - Introdução e questões de 60 a 67ª 
(Desenvolveremos em bloco as questões seguintes até a 67a)

Do estudado decorrem duas perguntas:
1) Há uma forma de “materializar” o conteúdo estudado anteriormente?
2) Essa matéria é invenção do Espiritismo?

a) Para “materializarmos” o conteúdo estudado, recorremos ao livro “Educação Mediúnica – Teoria e Prática-vol I” e no capítulo Fluidos encontramos a definição de fluidos: “corpo cujas moléculas cedem à menor pressão, movendo-se entre si com facilidade e separando-se quando entregues a si mesmas”. Associando-se à enciclopédia, Léon Denis, no livro “No Invisível” ensina que “(...) a matéria tornada invisível, imponderável, se encontra sob formas cada vez mais sutis que denominamos “fluidos”. À medida que se rarefaz, adquire novas propriedades e uma capacidade de irradiação sempre crescente; torna-se uma das formas de energia”.

             Essa transcrição datada de 1860 é corroborada por André Luiz em “Evolução em Dois Mundos” quando dita: “(...) Definimos fluido dessa ou daquela procedência como sendo um corpo cujas moléculas cedem invariavelmente à mínima pressão, movendo-se entre si quando retidas por um agente de contenção, ou separando-se quando entregues a si mesmas.
             Temos assim os fluidos líquidos, elásticos ou aeriformes e os outrora chamados fluidos imponderáveis, tidos como agentes dos fenômenos luminosos, caloríficos e outros mais.
             No plano espiritual, o homem desencarnado vai lidar, mais diretamente, com um fluido vivo, multiforme, estuante e inestancável, a nascer-lhe da própria alma, de vez que podemos defini-lo até certo ponto, por subproduto do fluido cósmico, absorvido pela mente humana, em processo vitalista semelhante à respiração, pelo qual a criatura assimila a força emanente do Criador, esparsa por todo o Cosmo, transubstanciando-a, sob a própria responsabilidade, para influenciar a Criação a partir de si mesmo. Esse fluido é o seu pensamento contínuo, gerando potenciais energéticos com que não havia sonhado.
             Decerto que na esfera nova de ação a que se vê arrebatado pela morte, encontra a matéria conhecida no mundo em nova escala vibratória.”

Na questão 27 de “O Livro dos Espíritos”, já estudada em detalhe na página de Julho/2006, Allan Kardec pergunta aos Espíritos:
•   Haveria, assim, dois elementos gerais no Universo: a matéria e o Espírito?
•   Sim, e acima de ambos, Deus, o Criador, o Pai de todas as coisas. Essas três coisas são o princípio de tudo o que existe, a trindade universal.”
             Enquanto a Ciência estuda os fenômenos que decorrem do elemento material, nos que prepondera o elemento espiritual, que não são explicáveis pelas leis da natureza e que escapam à investigação de seu campo de conhecimento, a revelação dos Espíritos não se detém ai.
             Ensinam eles que há leis próprias que regem a vida espiritual. Quando falam da matéria, afirmam que ela não abrange apenas formas densas, tangíveis, visíveis, dotadas de massa, ponderabilidade, extensão, impenetrabilidade, mas englobam também todos os estados sutis, não acessíveis aos sentidos, nos quais desaparecem a massa tangível, a ponderabilidade surgindo a característica de penetrabilidade e eterização.
             Pergunta-se: - de onde procede essa matéria?
             Tudo procede de Deus. O Fluido Universal que preenche o espaço infinito é Sua criação. Constitui-se como elemento primitivo, a partir do qual se forma o que no Universo é matéria, mundos e seres fisicamente e espiritualmente falando.

Assim:
•   o Fluido Universal não é emanação da divindade, mas, criação divina como tudo quanto há na Natureza.
•   é constante no Universo e princípio elementar de todas as coisas.
•   só os Espíritos Puros o conhecem na sua simplicidade absoluta. No nosso mundo, ele já se apresenta modificado, apto a combinar-se para a constituição específica da dimensão que configura, suscetível de modificações e transformações que formarão em cada cosmo (mundo) a inumerável variedade dos corpos da Natureza.

Esse Fluido Universal como princípio elementar assume dois estados distintos:
•   eterização ou imponderabilidade, entendendo-se no seu estado primitivo normal e
•   materialização ou ponderabilidade, decorrente do primeiro. O ponto intermediário entre ambos é aquele em que se dá a transformação do fluido em matéria tangível, sem que, entretanto, essas transições sejam bruscas.

             Com lógica, é fácil entender que cada um desses estados, naturalmente, dá lugar a fenômenos especiais, quer no mundo visível como no invisível.
             Aos primeiros, chamamos de fenômenos materiais; quem os estuda é a Ciência propriamente dita. Os outros qualificados de espirituais ou psíquicos, cabem às atribuições da Doutrina Espírita, porque, de modo especial se ligam à existência dos Espíritos.
             Decorre que vida espiritual e vida material se acham em incessante contato, interpenetradas, fazendo com que, muitas vezes, os fenômenos se produzam simultaneamente. Encarnado, o homem só percebe os fenômenos psíquicos que se prendem à vida corpórea; os de domínio espiritual escapam aos sentidos materiais; no entanto, são claramente percebidos no estado de Espírito.
             É o elemento primitivo indispensável à intermediação entre Espírito e a matéria propriamente dita uma vez que em sua estrutura molecular dispõe das propriedades comuns a ambas.
             O gráfico abaixo “materializa” o estudado deslocando o Princípio Vital (já estudado) como “oriundo” no Fluido Cósmico.


No próximo estudo, trabalharemos o item b) “essa matéria é invenção do Espiritismo?

 Leda Marques Bighetti
Novembro / 2012

 
Bibliografia:
Para aprofundamento, encontraremos bibliografia em “A Gênese” – cap. X e XI: “Deus na natureza” – Camille Flammarion II; 
“Revista Espírita” ano 1866 pag. 67-71 a 77; 
1861 – pag. 45 e 1868 pag. 166 – 1859 pag. 80; 
“Evolução em Dois Mundos” cap 1; 
“Mecanismos da Mediunidade” cap III, ambos de André Luiz e “O Livro dos Médiuns” itens 75-77 e 98. 
Também no livro Educação Mediúnica – Teoria e Prática - vol 1 - Ribeirão Preto: BELE, 2005 de Leda Marques Bighetti
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett