Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
Mocidade Espírita Batuira   |  Integração do Jovem no Centro Espírita   |  02/02/2004
EVOLUÇÃO DO PRINCÍPIO INTELIGENTE - REINO ANIMAL - NEMATELMINTOS
Em processos diferentes, mas atendendo aos mesmos princípios de simbiose prejudicial, encontramos os circuitos de obsessão e de vampirismo entre encarnados e desencarnados, desde as eras recuadas em que o espírito humano, iluminado pela razão, foi chamado pelos princípios da Lei Divina a renunciar ao egoísmo e a crueldade, a ignorância e ao crime.
Rebelando-se, no entanto, em grande maioria, contra as sagradas convocações, e livres para escolher o próprio caminho, as criaturas humanas desencarnadas, em alto número, começaram a oprimir os companheiros da retaguarda, disputando afeições e riquezas que ficavam na carne, ou tentando empreitadas de vingança.
Sempre existiram portanto, as criaturas que vivem as expensas de outrem, absorvendo-lhes as energias das mais diferentes maneiras, tanto no plano físico como no espiritual. É o que chamamos "Parasitose Espiritual ou Vampirismo" que é uma sociedade, em que uma das partes, após insinuar-se (penetrar mansamente) com astúcia (habilidade para enganar), cria para si mesma vantagens especiais, com manifesto prejuízo para a outra, que passa para a condição de vítima.

Na literatura espírita encontramos alusões a parasitose no plano físico:
"... entre encarnados, pessoas existem que vivem permanentemente sugando as forças de outros seres humanos, que se deixam passivamente dominar..."
"... a morte do corpo quase sempre surpreende a alma em condição parasitária..."

Em que situações da vida nos comportamos como parasitas??

Pessoas obsidiando pessoas existem em grande número. Estão entre nós. Caracterizam-se pela capacidade que têm de dominar mentalmente aqueles que elegem como vítimas.
Este domínio mascara-se com os nomes de ciúme, inveja, paixão, desejo de poder, orgulho, ódio, e é exercido, às vezes, de maneira tão sutil que o dominado se julga extremamente amado. Até mesmo protegido.
Essas obsessões correm por conta de um amor que se torna tiranizante, demasiadamente possessivo, tolhendo e sufocando a liberdade do outro.
É, por exemplo, o marido que limita a liberdade da esposa, mantendo-a sob o jugo de sua vontade; é a mulher que tiraniza o companheiro, escravizando-o aos seus caprichos; são os pais que se julgam no direito de governar os filhos, cerceando-lhes toda e qualquer iniciativa; são aqueles que, em nome da amizade, influenciam o outro, mudando-lhe o modo de pensar, exercendo sempre a vontade mais forte o domínio sobre a que se apresentar mais passiva.
São ainda as paixões escravizantes que, desequilibrando emocionalmente os seres, podem ocasionar dramas dolorosos, configurados em pactos de suicídio, assassínios, etc.
Também aqueles que se aproveitam do trabalho alheio - em regime de quase escravidão - pagando a essas criaturas salários de fome, que as colocam em condições subumanas, exercem, de certa forma, a parasitose.

Parasitose no plano espiritual: Espíritos que, quando encarnados são muito apegados às sensações materiais prosseguem, após o túmulo, a buscar sofregamente os gozos em que se compraziam. Para usufruí-los, vinculam-se aos encarnados que vibram em faixa idêntica, instalando-se então o comércio das emoções doentias.
"Nem só de pão vive o homem" - Jesus.
Há o alimento para a alma, assim como o há para o corpo. Buscamos o alimento para a alma, no intercâmbio com as esferas superiores, através da prece, no relacionamento com outros espíritos encarnados e desencarnados, numa leitura, numa conversa.

Como cada um de nós escolhe este alimento?

Aqueles que já se comprazem no bem, no equilíbrio, no amor, que buscam o belo, procuram seu alimento espiritual junto daqueles que já possuem o conhecimento e o sentimento elevados.
Aqueles que ainda se comprazem no vício, que se demoram na revolta, no ódio, no desânimo, procuram seu alimento junto daqueles que vibram nesta mesma faixa.
No livro Libertação (André Luiz), o personagem Gregório que vampiriza antiga companheira de nome Margarida, quando solicitado pelo mentor Gúbio a interromper a vampirização que colocava a vida de Margarida em perigo, faz a seguinte afirmação:
— Tenho necessidade do alimento psíquico que só a mente de Margarida me pode proporcionar.
Gúbio então oferece-lhe a seguinte alternativa:
— E se reencontrasses o doce reconforto da ternura materna, sustentando-te a alma, até que Margarida te pudesse fornecer, redimida e feliz, o sublimado pão do espírito?

Por que Gregório fala do alimento psíquico que só a mente de Margarida pode proporcionar?

Os fluidos são para o pensamento, o que a matéria é para as mãos. Somos capazes de transformar a matéria com as mãos, dando a ela um toque especial - o nosso toque, diferente de qualquer outro. Por exemplo, uma mesma receita preparada por duas pessoas diferentes, vai ter um sabor, uma qualidade diferente uma da outra. Com os fluidos acontece a mesma coisa. Nós estamos mergulhados, envoltos em fluidos, podemos dizer neutros. O nosso sentir, o nosso pensar movimenta, transforma esses fluidos. E como os fluidos são para o pensamento, o que a matéria é para as mãos, nos transformamos, cunhamos esses fluidos com o nosso toque especial, único.

Continua...

Maria Sueli Bertoldi Pereira
Fevereiro / 2004 
 
Bibliografia:
- Obsessão Desobsessão - Suely Caldas Schubert - Evolução em Dois Mundos - André Luiz - Libertação - André Luiz - O Perispírito e suas Modelações - Luiz Gonzaga Pinheiro - Mediunidade - José Herculano Pires - Biologia volume II - Amabis & Martho
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett