Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
Mocidade Espírita Batuira   |  Integração do Jovem no Centro Espírita   |  01/07/2003
EVOLUÇÃO DO PRINCÍPIO INTELIGENTE - PARTE I
"A alma dorme na pedra, sonha no vegetal, agita-se no animal e acorda no homem"

Objetivo:
              
Compreender a evolução do princípio inteligente e o surgimento do Espírito, identificar e trabalhar sentimento, pensamento e comportamento como propiciadores de sofrimento ou felicidade, comparações e paralelos entre os seres vivos, suas limitações e amplitudes mostrando-as em crescimento, onde a criatura humana faz parte de uma cadeia harmoniosa destinada a perfeição.
Introdução: 
              
Para termos ideias seguras sobre a marcha do princípio inteligente e o surgimento do Espírito será preciso remontar os primórdios da vida na terra. 
             
  Através dos Espíritos sábios e evoluídos com a supervisão do Cristo, lançaram os fundamentos da vida no nosso planeta quando cessavam as convulsões da massa incandescente e ele esfriava pouco a pouco, e os vapores aquosos espessos se elevaram e recaiam em chuvas copiosas e quentes.
              
A imensa fornalha atômica estava habilitada a receber as sementes da vida nos mares mornos invadido por gigantesca massa viscosa. Dessa geleia cósmica verte o principio inteligente, em suas pequenas manifestações.
              
É assim que dos organismos unicelulares aos organismos complexos, em que a inteligência disciplina as células, colocando-as a seu serviço, o ser viaja no rumo da elevada destinação que lhe foi traçada do Plano Superior.
              
Todos os órgãos do corpo espiritual e, conseqüentemente, do corpo físico foram, portanto, construídos com lentidão, atendendo-se à necessidade do campo mental em seu condicionamento e exteriorização no meio terrestre.
              
É assim que o tato nasceu do principio inteligente, na sua passagem pelas células nucleares em seus impulsos amebóides; que a visão principiou pela sensibilidade do plasma nos flagelados unicelulares expostos ao clarão solar; que o olfato começou nos animais aquáticos de expressão mais simples, por excitações do ambiente em que envolviam; que o gosto surgiu nas plantas, muitas delas armadas de pêlos viscosos destilando sucos digestivos, e que as primeiras sensações do sexo apareceram com algas marinhas providas não só de células masculinas e femininas que nadam, mas também de um esboço de epiderme sensível, que podemos definir como região secundária de simpatias genésicas.
              
Sempre com a supervisão e a intervenção dos Espíritos Superiores, o principio inteligente gastou, desde o vírus e as bactérias das primeiras horas do protoplasma* na terra, mais ou menos, quinze milhões de séculos, afim de que pudesse, como ser pensante, embora em fase embrionária da razão, lançar as suas primeiras emissões de pensamento contínuo para o espaço cósmico.

Evolução em dois Mundos - André Luiz
              
* Protoplasma - "germe sagrado da criação do homem" (A caminho da luz). Veio do espaço sideral com Jesus e outros Espíritos divinos.

Evolução do Princípio Inteligente

Reino Animal - Invertebrado - Cnidário
Objetivos:

Identificar as diferenças entre um filo e outro mais evoluído, através dos aspectos anatômicos e fisiológicos;
Reconhecer a presença do principio espiritual nos reinos inferiores e o Espírito no homem;
Identificar nos relacionamentos principalmente os familiares o comportamento "urticante" que o Espírito tem e a relação com o passado, o comprometimento em encarnações anteriores;
Reflexionar sobre o comportamento que ainda temos colocando instinto acima do sentimento e da razão.

Reino metazoa - animal
Celenterados - Cnidários - Filo Cnidária do grego Knide - urtiga, organização superior a dos poríferos. Celenterados - Coelen - cavidade, entero - intestino.
             
 São considerados os primeiros metazoários - sua natureza animal só foi estabelecida no séc. XVIII (considerados animais - plantas). Existem formas microscópicas como os pólipos (corais) e outras gigantescas como as medusas (tentáculos até 10m). Existem cerca de 10 mil espécies na forma livre - natante ou fixas sésseis.

              Habitat - maioria marinhos - minoria de água doce (hidra).

Sistema tegumentar e esquelético: Epiderme formada por uma camada celular contendo fibras musculares. Os pólipos podem secretar um esqueleto córneo ou calcário ex: corais, actínias. Acelomado - (celomado possui tubo digestivo com dois orifícios).

Hidra - Corte Vertical
Hidra - Corte Vertical   
Hidra - Corte Horizontal
Hidra - Corte Horizontal

•Sistema Digestivo: Boca circundada por tentáculos e ligada a uma cavidade digestiva (cavidade gastrovascular) simples, ausência de ânus. Digestão extra e intracelular células absorvem - células produzem um suco digestivo.

•Sistema respiratório: Ausente, respiração aeróbica, cada célula realiza as trocas gasosas diretamente com o meio (difusão).

•Sistema Circulatório: Ausente - a cavidade gastrovascular representa um sistema transporte primitivo.

•Sistema Excretor: Ausente - as células eliminam por difusão suas excretas diretamente para o meio externo (boca).

•Sistema Nervoso: Difuso, formado por meio de redes de células nervosas.

Existência de células fotossensíveis estatócitos. Difuso (espalhado, disseminado, generalizado), não possui sistema nervoso central. Têm uma certa capacidade reflexa - podem reagir de forma coordenada aos estímulos que recebem - "arco reflexo". Possuem células capazes de liberar uma substância irritante ou urticante, que pode provocar terríveis queimaduras em outros animais e até mesmo no homem, estas células são conhecidas como cnidoblastos, que ao serem tocadas por um corpo estranho reagem como um gatilho lançando um líquido de ação tóxica violenta que paralisa a presa ou o agressor.

Hidra - Sistema Nervoso Difuso
Hidra - Sistema Nervoso Difuso

• Reprodução: Geralmente ocorre a metagênese (alternância de gerações) onde o pólipo apresenta a fase assexuada (larva ciliada chamada plânula) e medusa reprodução sexuada.

Paralelo Comparativo

Observado-se a diferença de um filo com um anterior, mais inferior, isto é, os espongiários comparados aos cnidários, este são os primeiros animais a apresentar um sistema nervoso difuso onde aparece o "arco reflexo" que utiliza para defender-se e alimentar-se, e também os primeiros a apresentarem um sistema digestivo com cavidade gastrovascular simples onde se opera a digestão extracelular, (além da intracelular).
              
A caça e a defesa no mundo animal nada mais é que o uso dos instintos de preservação e conservação. Não deve porem ser considerados, como egoístas e cruéis, pois somente colocam em pratica os mecanismos atávicos de sua criação, frutos de sua própria natureza.
             
 "O egoísmo e o orgulho tem a sua fonte num sentimento natural: o instinto de conservação. Todos os instintos tem sua razão de ser, sua utilidade, porque Deus nada pode fazer de inútil. Esse sentimento encerrado em seus justos limites, é bom em si; é o exagero que o torna mal e pernicioso". (Kardec, A. Obras Póstumas, cap. O egoísmo e o orgulho).
             
 E em nós Espíritos dotados de inteligência o que somos quando agimos como os animais? Quando disparamos "nossos cnidoblastos" (células urticantes dos cnidários) em direção aos outros principalmente nossos familiares, colegas de trabalho e vizinhos? 
              
É porque transformamos o nosso instinto natural de conservação em egoísmo e orgulho em alto grau. Reagimos em vez de agirmos satisfazemos nossos próprios interesses em detrimento dos interesses dos outros. Um conjunto enorme de ilusões que nos tira do senso de realidade. 
              
"Não devo ser contrariado". "Preciso controlar os outros". "Nunca poderia ter acontecido comigo". São atitudes ilusórias herdadas por nós de crenças despóticas e prepotentes filhas da egolatria, ou seja, "o culto do eu"
              
As ilusões de "tudo para mim" ou de "tudo girar em torno de mim" vem do interesse individualista, resquício da animalidade por onde transitamos, em priscas eras, em contato com os reinos menores da natureza.

Continua... 

Departamento de Mocidade
Maria Cristina Silva Rodrigues
Julho / 2003
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett