Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
Família e Educação     |  01/01/2002
A DISCIPLINA
 Neste estudo vamos nos referir à importância da disciplina no desenvolvimento da criança. 
            
Parreira e Marturano ( 1999 ) definem disciplina como " um processo educacional, no qual a criança aprende a deixar de lado as satisfações imediatas, ou seja, deixa de querer tudo na hora" ( p.81 ) . É necessário que, através da educação , a criança tenha liberdade e seja encorajada a se expressar, de um lado, e receba o treino para aceitar os limites do outro. 
            
Para os autores citados, desde cedo a criança precisa de alguns limites para aprender a controlar-se, seguir regras e normas. O autocontrole é uma condição básica para adaptação às responsabilidades da vida adulta.
            
Os autores ainda referem na "na maioria das vezes, um 'não' é uma forma de querer bem à criança, de demonstrar preocupação com ela, de mostrar proteção (p. 82 ) . Muitos jovens referem que não são amados por seus pais porque permitem que eles façam tudo o que querem. 
            
Os limites vão fazes com que a criança seja disciplinada. Ela aprende a respeitar as pessoas, as regras sociais, além de ser respeitada. 
            
A disciplina, enquanto recurso formador de bons hábitos e atitudes, deveria começar desde o nascimento, com medidas simples, como, por exemplo, a regularidade nos cuidados diários e nas rotinas do lar. 
            
Para que se consiga manter a disciplina no lar, é importante que os pais coloquem regras claras de forma clara, para que os filhos saibam o que podem e o que não podem fazer, bem o porque de cada regra. Essas regras devem ser passadas às crianças com postura firme, nunca em forma de brincadeira. Os pais devem manter constância em relação ao que é permitido e ao que não é permitido fazer: é incoerente um dia permitir uma coisa e no outro dia proibir exatamente a mesma coisa. Essa atitude deixa a criança confusa , sem saber como deve se comportar, pensando muitas vezes, que não é para levar a sério aquilo que os pais dizem. 
            
Os autores afirmam ainda que, quando somente tais condutas não forem suficientes, os pais terão que tomar atitudes mais firmes, colocando conseqüências para o comportamento da criança: podem repreender, retirar privilégios, isolar a criança ou ate mesmo aplicar um corretivo para os comportamentos mais graves. Nesses casos , a medida deve ser anunciada com antecedência, para que a criança tenha a oportunidade de evita-la, não apresentando aquele comportamento. 
            
A regra e o corretivo devem fazer parte de cotidiano para que a criança possa ter controle sobre o que vai acontecer. A mãe deve usar como corretivo, por exemplo, não fazer festa de aniversário ou não permitir ir a um passeio especial, pois a criança pode ficar ressentida. 
            
Quando a criança tem alguma atitude que precisa ser corrigida, a correção deve ser imediata ao comportamento. O corretivo não deve Ter longa duração, como por exemplo privar a criança de brincadeiras por mais de uma semana; um ou dois dias são suficientes. 
            
Antes de corrigir a criança é importante verificar se o problema é proveniente do comportamento ou se lhe falta competência para o comprimento de determinada ordem. Exemplo: uma criança pode deixar de fazer a tarefa porque não quer parar de brincar ou simplesmente porque não sabe. No caso de falta de competência, não cabe aos pais aplicar o corretivo à criança e sim ajuda-la na dificuldade. 
           
  É importante citar também aqui, que a afetividade tem um papel fundamental no processo da disciplina. Estabelecer com a criança uma relação verdadeiramente afetuosa, amorosa, prazerosa, facilitará o seu cumprimento às regras, pois ela vai desejar corresponder às atitudes positivas dos pais.

Nanci A. R. Martins 
Janeiro / 2002
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett