Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
Evangelização Infantil     |  03/09/2007
PRECE – O QUE É, E COMO FAZER
Classe: 07 e 08 anos

Objetivo: Levar ao entendimento da criança que a prece é uma conversa com Deus e que deve ser simples e sincera.

Incentivação: Palavra chave ( anexa )

Já que a aula de hoje é a prece me respondam:
•Vocês acham que algumas pessoas têm dificuldade para fazer prece?

Conversar com as crianças se tem costume de fazer prece.

• Por que fazem?
• Quando fazem? Só nesses casos?
• Como fazem? ( postura física, decorada ou prece espontânea
- coração )
• O que é prece decorada? E prece espontânea - coração?
• O que é prece?
• Que outras formas de oração existem, além das que conhecemos?
1. – O trabalho produtivo e alegre ( estudar, cantar, etc...);
2. – O cumprimento dos deveres ( fazer as tarefas da escola, obedecer, etc...);
3. – A caridade que fazemos ( ajudar um amigo, doar uma roupa, saber ouvir quando necessário - boas atitudes, etc...).

Desenvolvimento: Estória: “O Pedido de Riquinho” – Suspender a estória no ponto em que Riquinho acorda e não acha o pediu, e conversar com as crianças:

• Teria Deus não ouvido a prece de Riquinho?
   >
• Que resposta teria vindo? Ou não veio...

Perguntar:

• Alguém está necessitando de prece, ou familiares? Podemos fazer a prece todos juntos, vocês querem?

Conclusão: Refletir:

• A prece é sempre ouvida?
• Recebemos sempre o que pedimos/
• Como são atendidas as nossas preces?
• A prece é importante? Por que?

Fixação: Descubra as palavras e complete as frases ( anexa ).

• Por que fazemos a prece antes de iniciar a aula? Alguém sabe? E no final?

O Pedido de Riquinho

Riquinho era o apelido de Henrique o filho de dona Rosa, uma costureira. Enquanto sua mãezinha costurava, Riquinho fazia as compras, e dava todas as caminhadas a fim de ajudá-la. Era um filho obediente e vivia feliz. Desde pequenino, sua mãe lhe ensinou a orar. As vezes dizia-lhe:
— Riquinho, devemos agradecer ao Pai Celestial o que temos. Tudo o que precisares pede a ELE; serás atendido desde que o pedido seja justo, desde que Deus ache mesmo que estejas precisando daquilo que pedes.
E, Riquinho jamais esquecia de orar: Jesus, obrigado por tudo que me dás!
Uma ocasião, dona Rosa estava com muito serviço e tinha de entregar um vestido a uma senhora que ia viajar. Na pressa de fazer o pacote, bateu nos óculos e...quebraram-se os óculos de dona Rosa!
— E agora? O que fazer? – disse a mãe de Riquinho. Eu não posso costurar sem óculos!
Enquanto Riquinho foi levar o vestido, providenciou a remessa dos óculos à casa especializada numa cidade próxima.
Passaram-se vários dias até que chegou pelo correio um aviso: os óculos de dona Rosa tinham voltado. Que alegria! Ela ia poder trabalhar novamente!
Mas, para a tristeza da boa senhora, o conserto tinha custado o dobro do que ela imaginava. E tinha só o dinheiro correspondente à metade do preço.
— Não te preocupes, mãe. Não disseste tantas vezes que tudo que eu precisasse pedisse a Deus ou a Jesus? Pois vou pedir e estou certo que mandará teus óculos.
Naquela noite, foram estas as palavras do menino a Jesus:
— Jesus querido, mãezinha precisa dos óculos e nós não temos o dinheiro suficiente para retirá-lo. Manda, Jesus, o dinheiro para a minha mãe poder começar a costurar.
— Tão certo estava ele de que Jesus atenderia sua oração, que no outro dia pulou da cama, mal abriu os olhos, e pôs-se a procurar o dinheiro que Jesus teria mandado.
Muito triste, Riquinho dirigiu-se à mãe, que lhe explicou:
— Filhinho, Jesus ouviu tua prece, mas Ele não pode mandar o dinheiro assim . Verás que aparecerá, de uma forma ou de outra, a quantia que falta.
Mais animado, Riquinho, conforme fazia todos os dias, foi varrer a calçada. Como varria bem e ligeirinho!... Dava gosto vê-lo! Nisto ele ouviu um chamado. Era “seu” Cândido, o vizinho.
— Olá, menino! Disse “seu” Cândido. Eu estava reparando como varres bem. Queres varrer a minha loja? Estou precisando de quem me ajude.
E, pedindo licença para sua mãe, Riquinho foi ajudar “seu” Cândido. Varreu ligeirinho e muito bem. Afastou todas as caixas e limpou bem os cantos. “Seu” Cândido gostou muito do trabalho de Riquinho, e falou-lhe:
— Riquinho, queres trabalhar mais uns dias comigo até que volte meu empregado?
Naquele dia, Riquinho levou o dinheirinho que ganhou para casa e falou:
— Mãezinha, ainda vou completar o dinheiro para retirar os óculos, pois “seu” Cândido convidou-me para trabalhar mais uns dias com ele.
Alguns dias depois, Riquinho muito feliz, pode dar à mãe a quantia que lhe falta e ela pode retirar os óculos do conserto. No mesmo dia, começou a costurar.
Naquela noite, Riquinho orou, com muita gratidão:
— Muito obrigado, meu amigo, por teres atendido ao meu pedido! Muito obrigado!
Dona Rosa, com lágrimas nos olhos, sorria, acompanhando as palavras de seu filho querido.

Evangelizadora: Marilisa de Souza Valente da Silva
Coordenadora do Departamento: Beatriz de Almeida Rezende
Setembro / 2007
 
Bibliografia:
• O Melhor é Viver em Família- Volume 04 • O Evangelho Segundo o Espiritismo – Allan Kardec – Cap.XXVII, Iten 22.
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett