Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Céu e o Inferno  |  Segunda Parte - Exemplos Capitulo VI     |  03/09/2007
CRIMINOSOS ARREPENDIDOS: O ESPÍRITO DE CASTELNAUDARY - PARTE I
(continuação)

“...Assim, foi a dita casa exorcizada em 1848, aliás sem resultado. O proprietário, Sr. D..., pretendendo habitá-la, faleceu repentinamente alguns anos depois; um seu filho, animado do mesmo desejo, ao penetrar-lhe um dos compartimentos, recebeu de mão desconhecida vigorosa bofetada, e, como estivesse só, não teve a menor dúvida de uma origem oculta, razão esta que o levou a abandonar a casa definitivamente...”1

A idéia do exorcismo é encontrada no mundo em todas as tradições culturais.A palavra exorcismo deriva do grego exorkizein, que significa "unir por juramento ou desalojar Espíritos". Nas culturas egípcias, babilônica, assíria e judáica, atribuíam-se certas doenças e calamidades naturais à ação dos demônios. Para afastá-los, recorria-se a algum esconjuro ou exorcismo. A cultura ocidental recebeu essas idéias através da Bíblia e do cristianismo primitivo.O exorcismo é definido, na Enciclopédia Católica como "o ato de expulsar, ou repelir, os demônios ou Espíritos do mal de pessoas, lugares ou coisas, que acredita-se estarem possuídas ou infestadas por eles, ou propensos a se tornarem vítimas ou instrumentos de sua malignidade".2

No Judaísmo por ex: os ensinamentos da Cabala contam sobre um Espírito malévolo chamado Dibuk. Esse Espírito é a alma de uma pessoa morta que voltou para encaminhar um negócio inacabado e que habita o corpo de uma pessoa para atingir seus objetivos. O Dibuk pode ser expulso por meio de um ritual de exorcismo e deixa o corpo ,que havia possuído, através dos dedos do pé. 

Na crença islâmica conta sobre um jinn - um Espírito do mal, escravo de Satã - que pode invadir o corpo humano e causar doenças, dor, tormento e pensamentos ruins. Esse jinn pode ser expulso pela pessoa possuída recitando-se passagens específicas do Alcorão.

Nas escrituras dos Vedas (Hinduísmo) contam sobre um Espírito do mal que pode não apenas prejudicar humanos, mas também ficar no caminho das vontades dos deuses. O tradicional exorcismo hindu inclui rituais como queimar excremento de porco, recitar orações e oferecer doces aos deuses.(3)

A Igreja Católica, admite os exorcismos ordinários, contidos no rito do batismo, como símbolo da libertação do pecado e do poder do demônio. O exorcismo ordinário é praticado na bênção da água batismal e na sagração dos santos óleos. O exorcismo solene , que têm por objetivo expulsar o demônio do corpo de um possuído, deve fazer-se de acordo com fórmulas consagradas, que incluem aspersão de água benta, imposição das mãos, conjurações, sinais da cruz, recitação de orações, salmos, cânticos, etc. Além disso, o ritual católico do exorcismo pode ser executado por sacerdotes somente quando são expressamente autorizados por bispos. O Rituale Romanum (Ritual Romano em latim) é um livro litúrgico que contém todos os rituais normalmente administrados por um padre, incluindo o único ritual formal para exorcismo sancionado pela Igreja Católica Romana. Além do exorcismo de demônios e Espíritos, esse manual de serviço para padres também contém instruções para o exorcismo de casas e outros lugares que se acredita estarem infestados por entidades malignas.O exorcismo católico começa com Adjure te, spiritus nequissime, per Deum omnipotentem... que significa: "eu te ordeno, Espírito maligno, pelo Deus Todo-Poderoso..." O processo pode ser longo e extenuante, chegando a se estender por vários dias. A possessão está associada ao mal. O processo de libertação é feito de forma dramática e violenta.2

A maioria das religiões protestantes também acredita em possessões satânicas e em exorcismo. Michael Cuneo, sociólogo da Universidade Fordham, afirma que "segundo estimativas conservadoras, há pelo menos quinhentas ou seiscentas igrejas evangélicas exorcistas em operação, e é bem possível que o número seja duas ou três vezes maior". O Reverendo Brian Connor, da Carolina do Sul, diz que "lidar com o mal encarnado é isoladamente o componente mais negligenciado dos mandamentos bíblicos". Em 2001, Connor apareceu no programa "Dateline" da NBC sobre exorcismo . Ele e vários colegas passaram um dia inteiro tentando convencer os demônios a sair do corpo de um homem de cinqüenta anos, que tinha histórico de depressão e desânimo. Os exorcistas empunhavam Bíblias, que liam ocasionalmente e cruzes. Agruparam-se em torno de seu paciente por horas, entoando preces e ordenando aos demônios que saíssem. O homem ocasionalmente uivava como um animal e fazia caretas para seus protetores. Isso teve carga dramática e até catártica suficiente para que ele vomitasse um pouco. Connor declarou que ele estaria cuspindo Satanás, e que todos os demônios haviam saído. No entanto, um acompanhamento feito dois meses mais tarde descobriu que o grupo teve de repetir o exercício outras seis vezes.. Semelhante a esta situação no passado, a confusão de conceitos sobre a doença mental e a possessão demoníaca, gerou a idéia de espancar o doente para retirar o Demônio do seu corpo. Nos hospitais a cura se processava através de espancamentos diários.4

As formas de exorcismo mais conhecidas entre nós são a judaica e a católica, sendo a judaica mais racional, pois nela se empregavam também o apelo à razão do Dibuk. A tradução da palavra hebraica Dibuk, que nos parece mais acertada é a de alma penada, pois os judeus reconheciam e identificavam o Espírito obsessor como Espírito humano de pessoa morta que se vingava do obsedado ou cobrava débitos dele e da família. No exorcismo católico prevalece até hoje a idéia de possessão demoníaca.5

O mais estranho e fantasioso, é acreditar na existência e no poder de um rei dos infernos, dividindo o governo do Universo com Deus, sendo muito mais racional acreditar na existência de um só Poder oriundo do Criador, na sobrevivência do Espírito depois da morte e na comunicação com os vivos,não havendo luta do bem contra o mal. Há sim, o esforço evolutivo natural de transformar a ignorância e os sentimentos mais primitivos em inteligência e amor.

Allan Kardec em O Livro dos Médiuns6 questiona:

...”Que se deve pensar com relação à eficácia dos exorcismos, para expelir dos lugares mal-assombrados os maus Espíritos? 
R :"Já tiveste ocasião de verificar a eficácia desse processo? Não tens visto, ao contrário, as tropelias redobrarem de intensidade, depois das cerimônias do exorcismo? É que os Espíritos que as causam se divertem com o serem tomados pelo diabo."6

A transformação moral dos indivíduos, é o fator preponderante da terapia espírita . A técnica espírita de afastar os Espíritos obsessores se faz através do esclarecimento levando-o a libertar-se do seu insulamento, levando o esclarecimento tanto ao obsessor como ao obsedado, através de sessões de desobsessão. Ambos necessitam de esclarecimento evangélico para superarem os conflitos do passado. Afastada a idéia terrorista do Diabo, o obsessor e obsedado são tratados com amor e compreensão, como criaturas humanas e não como algoz satânico e vítima inocente. Essa terapia foi criada e desenvolvida por Allan Kardec para substituir as práticas bárbaras do Exorcismo.

Laurelucia Orive Lunardi
Setembro / 2007
 
Bibliografia:
1. Kardec ,Allan, O Céu e o Inferno, CapituloVI : Criminosos arrependidos 2. The Catholic Encyclopedia: Exorcism. 3. Gerina Dunwich "Guia das Bruxas sobre fantasmas e o Sobrenatural" 4. Barry L. Beyerstein “Estados Dissociativos: Possessão e Exorcismo” 5. José Herculano Pires ,”Obsessão - O Passe - A Doutrinação” 6. Kardec ,Allan,"O Livro dos Médiuns,cap IX".
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett