Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Céu e o Inferno  |  Segunda Parte - Exemplos Capitulo I   |  O passamento   |  03/10/2005
O PASSAMENTO - 4
Nesta obra Allan Kardec reafirma o caráter científico do Espiritismo e avalia como ciência de observação, a nova doutrina, enfrentando o problema das penas e recompensas futuras à luz da História, estabelecendo comparações entre as idealizações do céu e do inferno nas religiões anteriores e nas religiões cristãs, revelando as raízes históricas, antropológicas, sociológicas e psicológicas dessas idealizações na formulação dos dogmas cristãos.

CAPITULO I - O PASSAMENTO 

Item 4 e 5 - O fluido perispiritual só pouco a pouco se desprende de todos os órgãos, de sorte que a separação só é completa e absoluta quando não mais reste um átomo do perispírito ligado a uma molécula do corpo. "A sensação dolorosa da alma, por ocasião da morte, está na razão direta da soma dos pontos de contacto existentes entre o corpo e o perispírito, e, por conseguinte, também da maior ou menor dificuldade que apresenta o rompimento." Não é preciso portanto dizer que, conforme as circunstâncias, a morte pode ser mais ou menos penosa. Estas circunstâncias é que nos cumpre examinar.(1)

Para iniciar sua jornada terrena, o Ser necessita de três elementos essenciais: o corpo ou ser material, análogo ao dos animais e animado pelo mesmo principio vital, a alma Espírito encarnado que tem no corpo a sua habitação e o perispirito substância semi-material que serve de primeiro envoltório ao Espírito e liga a alma ao corpo(2). Durante o processo de reencarnação, desencadeado pela concepção, o processo morfogênico, a ligação entre Espírito e o embrião se faz através do perispirito ,célula a célula.Assim cada célula do corpo físico corresponde a uma célula do corpo espiritual e cada função orgânica corresponde a uma função perispirítica. Após o nascimento o perispirito passa a expandir-se, moldando e sustentando o novo organismo em crescimento, modelando, também, os elementos em renovação - até os últimos instantes da vida biológica(3).

No livro Evolução em Dois Mundos, o Espírito André Luiz, através da psicografia de Francisco C. Xavier e Waldo Vieira (4), nos informa que as atividades funcionais do corpo físico são sustentadas por sete centros vitais, localizados na estrutura perispiritual em associação dinâmica com a rede plexiforme e as glândulas endócrinas no corpo físico, estabelecendo assim a harmonia do sistema psico-fisiológico do individuo. Os centros vitais podem ser compreendidos como discos energéticos, verdadeiros centros reguladores de energias que partem do corpo mental para o corpo físico e vice-versa, de modo que cada conjunto de órgãos ou sistemas do corpo físico têm seu centro de força correspondente. Assim o perispírito rege a vida física, dinamizando a energia vital através de seus centros.São eles : Centro coronário (no alto da cabeça) dirige e comanda os outros centros;Centro cerebral (na região frontal da cabeça) está ligado a hipófise e influencia as glândulas endócrinas controla a sensibilidade e preside as sensações captadas pelos órgãos dos sentidos (visão, audição ,tato etc);Centro laríngeo (no pescoço)dirige o timo ,tireóide paratireóide e fenômenos vocais em geral;Centro cardíaco (na região precordial)na posição do coração, é o primeiro a receber o impacto da emoção;Centro esplênico ( na região do baço) mais ou menos na altura do baço regula a circulação da vida através do sangue ;Centro gástrico (na região do estômago) relacionado com o estômago está envolvido na alimentação(digestão, absorção e excreção) é fortemente influenciado pelas emoções interferindo em todo metabolismo. Centro genésico (no baixo ventre) relacionado com os órgãos sexuais(5).

O fenômeno da morte nada mais é do que o desligamento de todos os fios fluídicos do perispírito, liberando o Espírito do corpo material.O desprendimento se dá "molécula por molécula conforme se unira"(6).Compreendemos, portanto, que esses laços fluídicos, aos quais os Espíritos superiores se referem na resposta a Allan Kardec, serem esses delicados elos que mantém conectados os centros vitais no perispirito à estrutura corporal e que somente irão se romper quando houver uma interrupção do equilíbrio biológico, químico-físico, capaz de produzir a cessão irreversível das funções vitais do corpo, devido a falência dos órgãos pela idade, por certas patologias, acidentes, etc., definindo-se a morte orgânica.

A operação desse processo, chamado desencarnação, inicia-se, normalmente, pelas extremidades inferiores do corpo físico, terminando no cérebro.Assim como o nascer, o desencarne não se faz sozinho, operadores espirituais através de complexo trabalho de magnetização, isolam o sistema nervoso simpático neutralizando, mais tarde, "as fibras inibidoras do cérebro". Dirigindo-se ao plexo solar (centro gástrico), desatam laços "que localizam forças físicas", provocando o extravasamento, pelo umbigo, de "certa porção de substância leitosa", que fica pairando em torno, enquanto começam a surgir sintomas de esfriamento dos membros inferiores. Passes sobre o centro emocional (centro cardíaco) relaxam os elos que mantêm "a coesão celular" nesse centro, ao tempo em que nova "cota de substância desprende-se do corpo, do epigastro à garganta"(7). Foge, então, o pulso, cessa a capacidade de raciocinar e sobrevém o coma e ocorre a "histogênese espiritual" e , também, o fenômeno conhecido como "visão panorâmica" de todo o passado, em vertiginosa sucessão de imagens(8). Esse fenômeno de recapitulação tem sido registrado, na medicina, nos casos das chamadas Experiências de Quase Morte sob a sigla EQM. Segundo um estudo referente à "' Experiência de Quase-Morte (EQM) realizado pelo Instituto Gallup, tendo por base as populações adultas dos EUA, 35% dos americanos que estiveram próximos da morte (o que corresponde a 8 milhões de pessoas) tiveram essa experiência(9). Em dezembro de 2001, a revista cientifica "The Lancet" publicou um artigo(10) sobre a investigação de EQM, realizada em 344 pacientes que sofreram parada cardíaca e foram ressuscitados, com sucesso, em dez hospitais holandeses. Os pacientes foram entrevistados, logo nos primeiros dias, após terem passado pela experiência e acompanhados, 2 e 8 anos depois, para a devida avaliação. Do total de sobreviventes pesquisados, 41 pacientes (12%) descreveram uma experiência profunda, com elementos que caracterizam uma EQM,ou seja: a) uma sensação de estar morto; b)Paz e Ausência de dor; c) Experiência Fora do Corpo (EFC); d) Experiência do túnel; e) Seres da luz; f) Ser de luz; g) Recapitulação da vida; h) Relutância em voltar; i)". Transformação da personalidade((11).O perispírito, quando atrelado ao corpo somático, é como se sofresse uma espécie de absorção, abafamento do campo energético, limitado, a sua influência à zona consciente, e os fluidos densificados da matéria física. No desacoplamento do perispírito em relação ao corpo, o campo perceptivo se alarga(12); o quê explica e justifica as observações feitas por Pim Van Lommel e cols no artigo acima citado publicado no "The Lancet"(10).

No processo do desencarne a liberação energética do corpo físico e do perispírito, que se encontravam dela impregnados, desde o primeiro instante da concepção, realiza-se de forma suave ou abrupta de acordo com a sua distribuição, que é peculiar a cada ser, a cada órgão, a cada célula; há nos centros vitais ou de força, maior atividade vital e pontos de ligação com maior densidade entre o Espírito-perispírito e o corpo físico; destes o que tem mais forte esta união com o Espírito, via perispírito, é o centro coronário ou regente sendo o último que se desliga, desfazendo-se as conexões Espírito-perispírito-glândula pineal, a "glândula da vida espiritual"(13). O rompimento destes laços fluídico-magnéticos que compõe o cordão fluídico ou de prata, representa o selo da desencarnação, iniciando-se pelas extremidades e terminando no cérebro(14).Uma vez ocorrido tal desligamento no processo da morte, o Espírito não mais pode voltar a animar aquele que foi o seu veículo de carne. Despojado do corpo físico, pelo desencarne o Espírito permanece com o perispírito, veículo de sua manifestação no Plano Espiritual. Como no perispírito fica arquivado tudo que aprendemos, experimentamos e assimilamos(15) Allan Kardec, "A GÊNESE ",cap. XI it. 18,p. 214-215. ), carregamos para a"outra vida" a vida atual.
Allan Kardec no item 5(16) diz : "Estabeleçamos em primeiro lugar, e como princípio, os quatro seguintes casos, que podemos reputar situações extremas dentro de cujos limites há uma infinidade de variantes":

1° - Se no momento em que se extingue a vida orgânica o desprendimento do perispírito fosse completo, a alma nada sentiria absolutamente.

2° - Se nesse momento a coesão dos dois elementos estiver no auge de sua força, produz-se uma espécie de ruptura que reage dolorosamente sobre a alma. 

3° - Se a coesão for fraca, a separação torna-se fácil e opera-se sem abalo.

Daí resulta que o sofrimento, que acompanha a morte, está subordinado à força adesiva que une o corpo ao perispírito; que tudo o que puder atenuar essa força, e acelerar a rapidez do desprendimento, torna a passagem menos penosa.
È oportuno lembrar que dentre às forças adesivas que une o corpo ao perispírito o estado moral da alma é o principal fator no desprendimento , esclarece Allan Kardec(17) que.(...): "O estado do Espírito por ocasião da morte pode ser assim resumido: Tanto maior é o sofrimento, quanto mais lento for o desprendimento do perispírito; a presteza deste desprendimento está na razão direta do adiantamento moral do Espírito; para o Espírito desmaterializado, de consciência pura, a morte é qual um sono breve, isento de agonia, e cujo despertar é suavíssimo." Pois o corpo inerte nada mais sente, o sentir está ligado ao Espírito ,dependendo do que o une a matéria quanto mais estiver desligado da influência da matéria, ou seja, quanto mais estiver desmaterializado, menos sentirá as sensações penosas.... Acrescenta Allan Kardec(18) "para o homem cuja alma se desmaterializou e cujos pensamentos se destacam das coisas terrenas, o desprendimento quase se completa antes da morte real, isto é, ao passo que o corpo ainda tem vida orgânica, já o Espírito penetra a vida espiritual, apenas ligado por elo tão frágil que se rompe com a última pancada do coração." Todavia, para o homem "materializado e sensual que mais viveu do corpo que do Espírito, e para o qual a vida espiritual nada significa, nem sequer lhe toca o pensamento, tudo contribui para estreitar os laços materiais, e, quando a morte se aproxima, o desprendi mento, conquanto se opere gradualmente também, demanda contínuos esforços."

Concluindo e para nossa reflexão IRMÃO JACOB em " Voltei " ensina que: " (...) se o homem não se preparou, convenientemente, para a renúncia aos hábitos antigos e comodidades dos sentidos corporais, demorar-se-á preso ao mesmo campo de luta em que a veste de carne se decompõe e desaparece. E se esse homem complicou o destino, assumindo graves compromissos à frente dos semelhantes, através de ações criminosas, debater-se-á, chorará e reclamará embalde, porque as leis que mantêm coesos os astros do Céu e as células da Terra lhe determinam o encarceramento nas próprias criações inferiores."(19).

Laurelucia Orive Lunardi
Outubro / 2005
 
Bibliografia:
(1) - Allan ,Kardec , " Céu e Inferno" Segunda Parte,capitulo I item 4 e5. (2) - Allan ,Kardec "O Livro Dos Espíritos "- 76a. ed. - p.104 questão 135) (3) - Zalmino Zimmermann "Perispírito" - 2a Edição Revista e Ampliada - p.40 (4) - Francisco C. Xavier e Valdo Wieira pelo Espírito André Luiz "Evolução em Dois Mundos, 22a ed., Rio de Janeiro: FEB, 1993. (5) - Leda Marques Bighetti Fundamentos e Dinâmica do Passe Ed BELE, Ribeirão Preto ,2004 pg 130-132. (6) - Allan Kardec ,"A Gênese ",cap. XI it.18,p. 214-215. (7) - Francisco C. Xavier e Valdo Wieira pelo Espírito André Luiz" Obreiros da Vida Eterna" 22a ed., Rio de Janeiro: FEB, 1996 pp 209, Cap.XIII. (8) - Francisco Cândido XAVIER, por ANDRÉ LUIZ "Evolução em dois mundos" 22a ed., Rio de Janeiro: FEB, 1993 , p.93: Cap. XII. (9) - George Gallup Jr., Adventures in Immortality, ed. Hardcover ,1982). (10) - Van Lommel P, Van Nees R, Meyer V, Efferich I. "Near-death experience in survivors of cardiac arrest: a prospective study in the Netherlands".The Lacet vol 358; p:2039-2041, 2001 (11) - Melvim Morse & Paul Perry, "Transformados pela Luz ", Prefácio p.3. Ed Nova Era. (12) - Jorge Andréa "Psicologia Espírita" Vol. II; (13) - Zalmino Zimmermann "Perispírito" - 2a Edição Revista e Ampliada p. 483 / 486. (14) - Francisco Cândido XAVIER, por ANDRÉ LUIZ "Obreiros da Vida Eterna" (222 ed., Rio de Janeiro: FEB, 1996, pp. 209 a 212: Cap. XIII). (15) - Allan Kardec ,"A GÊNESE ",cap. XI it. 18,p. 214-215. (16) - Allan ,Kardec , " Céu e Inferno" Segunda Parte,capitulo I,item 5. (17) - Allan ,Kardec , " Céu e Inferno" p. 172. (18) - Allan ,Kardec ," Céu e Inferno" p.170. (19) - Francisco Cândido XAVIER, por IRMÃO JACOB "Voltei", ed. FEB, p. 63 e 64. 7 - MELO, Jacob. "O Passe". 8ª ed.: FEB,1992, pg 60. 8 - MOREIRA, Fernando Augusto. "Fisiologia da Alma". Revista Internacional de Espiritismo, Out/2000, pg.399.
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett