Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Evangelho Segundo o Espiritismo  |  Amar o Proximo como a Si mesmo   |  Capitulo XII   |  01/12/2010
ITEM 14 - O DUELO
Francisco Xavier assina esta quarta mensagem sobre o mesmo tema.

Nascido em 7 de abril de 1506, de família nobre e rica, no reino de Navarra. Inteligente, falava diversas línguas, formou-se na Universidade de Paris, em Latim, Filosofia e Humanidades, atingindo a cátedra de Artes em Engenharia.
             
Junto com seu amigo Ignácio de Loyola, ingressam no Seminário de Veneza em 15 de agosto de 1530 e em 24 de junho de 1536 é ordenado sacerdote.
             
Como padre jesuíta, é aceito pelo rei de Portugal, D João III, para evangelizar os povos das colônias portuguesas, no oriente. Percorre Goa e depois as ilhas de Madrastas, Maçacar, Málaga, Moluscas, Amboíne e Moro. As condições de vida são difíceis, mas as feitorias portuguesas começam a solidificar, após sua passagem.
             
Evangeliza no Japão, na Etiópia e, sendo um hábil negociador, abriu porta aos acordos comerciais com quase todo o oriente.
             
Notabilizou-se pelo papel de embaixador de Portugal junto de diversas comunidades e nações.
             
Mas a Índia era sua paixão. Doente e cansado, retorna a Goa em 6 de maio de 1551, com 44 anos de idade. É recebido pela comunidade local e pela nobreza, com faustos festejos.
             
Dedica seus últimos tempos de vida ao trabalho no campo humanístico e cultural. Visita a Missão de Sancião em 1 de dezembro de 1552, desencarnando dois dias depois, numa humilde esteira de vimes, abraçado ao crucifixo, que o velho amigo Inácio de Loyola, um dia lhe havia oferecido. 
             
Em 12 de março de 1622 é canonizado pelo papa Gregório XV, sendo considerado o santo protetor de Goa e dos goeses. *
 Nessa mensagem de 1861, o autor inicia comentando o hábito arraigado no homem de que toda ofensa precisa ser revidada, não podendo ser ignorada. É um preconceito, fruto do orgulho, que leva, muitas vezes, ao revide somente, para não ser mal-visto pelos outros. 
             
– Que pensarão de mim se eu tolerar isso? 
             
Cada um é responsável pelo que sente, pensa e faz. Assim, o homem, ao agir precisa, apenas ouvir a si mesmo, à sua consciência, aos princípios que norteiam, pela sua escolha, o seu viver. Libertar-se das opiniões dos outros é sinal de maturidade espiritual.
             
Seguir os insensatos, quando já conhece o bom-senso e a sensatez, é prova de covardia moral.
             
Por isso ele diz: “Antes de chegar ao momento decisivo, perguntai se estais agindo como cristão”, pensando também nas conseqüências possíveis de sua ação.
             
Quantas infelicidades acontecem por uma simples palavra dita, levianamente, ou sem a intenção do seu significado... Assim, no esforço de desculpar sempre, são evitados muitos sofrimentos, muita inimizade, muita contenda e muitas lutas.
             
O autor analisa as duas situações: a do ofendido e a do ofensor.
             
Quando o primeiro tem motivo para sentir-se gravemente atingido na sua pessoa ou em relação aos que lhe são caros, não sendo só o amor-próprio atingido, mas também tem o coração magoado.
             
Nesse caso, há necessidade de arriscar a sua vida com quem não merece? E se ele matar o outro, a ofensa desaparece? Pelo contrário, será mais divulgada. E se a ofensa for verdadeira? Não seria melhor que ela não fosse divulgada? E se for falsa, porque não confiar que a verdade sempre aparece e a mentira tende a desaparecer. E se o ofendido sucumbir, onde está a reparação?
             
São raciocínios que devem ser feitos, em qualquer situação em que o ofendido tem motivos para assim sentir-se, antes de revidar.
             
Em relação ao ofensor, que quis ofender e o fez, não seria melhor que ele, espontaneamente, fosse desculpar-se, tentando reparar sua falta, sem que haja necessidade de um confronto verbal ou de luta, sem expor-se e expor a vida do outro, que tem o direito de queixar-se, a um enfrentamento, de conseqüências graves?
             
Quando a caridade for a regra de conduta dos homens, eles conformarão os seus atos e as suas palavras a esta máxima Não faças aos outros o que queres que os outros te façam. Então, sim, desaparecerão todas as causas de discórdias, e com elas, as causas dos duelos e das guerras, que são duelos entre povos.”

             * Dados extraídos da Internet www. SuperGoa.com.

Leda de Almeida Rezende Ebner
Dezembro / 2010
 
Bibliografia:
KARDEC, Allan -“ O Evangelho Segundo o Espiritismo” 

 O CENTRO ESPÍRITA BATUIRA esclarece que permanece divulgando os estudos elaborados pela Sra Leda de Almeida Rezende Ebner após o seu desencarne, com a devida AUTORIZAÇÃO da família e por ter recebido a DOAÇÃO DE DIREITOS AUTORIAIS, conforme registros em livros de Atas das reuniões de diretoria deste centro.
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett