Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Capítulo III - Criação     |  02/03/2009
FORMAÇÃO DOS SERES VIVOS - (QUESTÕES DE 43 A 49) - PARTE VII
Livro Primeiro: As Causas Primárias
 
Cap. III - Criação

II - Formação dos Seres Vivos (questões de 43 a 49)

48 – Podemos conhecer as época da aparição do homem e de outros seres vivos na Terra?

             - Não; todos os vossos cálculos são quiméricos.

Atualmente estima-se a idade da Terra em 4,5 e 5 bilhões de anos. As idéias que se fazem a respeito das eras e do que aconteceu em cada uma delas, são fornecidas pela velocidade da desintegração das matérias radioativas encontradas em certos minerais (urânio e chumbo) das rochas terrestres. Mesmo assim, os valores exatos não são retratados com absoluta segurança, dando margem de oscilações.
             
Desse modo, o período presumido como inicial é denominado de era arqueozóica, no qual ter-se-ia dado a solidificação da periferia da massa planetária em fusão. Dadas as altas temperaturas do solo, aos vapores, e as convulsões, seria impossível a vida nos moldes como a entendemos.
             
Há toda uma série de acontecimentos interagindo sobre a matéria em duração de milhões de anos até, dentro da mesma era arqueozóica, chegarmos ao período pré-câmbrico, no qual, após grandes transições, a temperatura, pelo ciclo da água, recua um pouco, a ponto de permitir as primeiras formas de vida organizada, que foram deixando nas camadas sedimentárias os traços e formas de suas passagens.
             
No transcorrer dos milênios “(...) quando os minerais, por intermédio dos corpos simples foram se juntando em suas imensas variedades e combinações, as organizações atômicas e moleculares obedeceram a uma energia que os convidou a uma união – uma forma inicial de consciência, um psiquismo em sua mais simples apresentação, que com as idades, se enriquecerá de todas as potencialidades do reino mineral inorgânico, para depois granjear o mundo orgânico, o mundo vegetal e o mundo animal.
             
No seu trajeto, os milhões e milhões de anos se vão desfilando e as energias puras, sem experiências, que partiram do foco central de Energia Universal – Deus, percorreram a escala decrescente até a matéria como substância transformativa e de possibilidades íntimas totais, fazendo sua volta ao centro energético de origem, como unidades perfeitamente categorizadas (individualidades) e variáveis pelas nuanças evolutivas, carregadas de experiências que as idades sem conta depositam – é o Princípio Inteligente marchando em constante e ordenada busca”.²
             
Assim como os milhões de anos definiram elementos na matéria inorgânica vão acontecer diferenças em fórmulas abertas de comunicação e equilíbrio estável, para dar origem ao setor da química orgânica e com isso o aparecimento da vida na Terra.
             
A vida só poderia ter despontado e devidamente ordenada em seu princípio evolutivo, à custa de um campo de comando que pudesse influenciar e incentivar a forma.
            
 “(...) Estamos nos referindo a um princípio espiritual por não admitirmos que os fenômenos da vida sejam resultado de “acasos”, e sim de “necessidades” que um campo orientador poderá produzir, a fim de alcançar uma determinada posição que é de ordem, equilíbrio, harmonia e finalidade”.¹ 
             
Na divisão das eras prossegue a primária ou Paleozóica com seis períodos; a secundária ou Mezozóica com três períodos, todos eles com duração de milhões de anos. A seguir, a era terciária ou Cenozóica com cinco períodos e finalmente, a quaternária ou Antroposóica com dois períodos. Em todos eles e cada qual seguindo sua destinação as modificações foram acontecendo, diferenciando os seres dos anteriores.
             
“(...) A expansão da vida dependeu de condições imensas e variáveis, onde todos os fatores foram aproveitados, os de caráter interno e os de caráter externo. Com isso, desenvolve-se a reprodução, multiplicação, conjugação, associação e atividade dirigida”.¹ 
             
“(...) Assim do vírus ao homem, citando apenas a espécie animal (os minerais e vegetais estão constituídos de átomos que por sua vez se orientam às expensas desse dinamismo de profundidade), existirá em suas intimidades a energética espiritual, o princípio orientador, o espírito da espécie”
             
O Espírito na fase humana seria o resultado de um longo percurso onde foram fixadas e como que acopladas, todas as experiências e contato com o meio exterior.¹
             
No reino animal o Princípio Espiritual só depois de percorrer inúmeras faixas na ânsia evolutiva, ainda se apresenta submetido às sugestões da colônia, alma-grupo da espécie.
             
Em determinado momento, os núcleos dos diversos princípios espirituais necessitariam de individualização. Com isso, procuram dissociar-se da colônia passando a uma relativa independência.
             
“(...) Continuariam a sofrer as influências espirituais da espécie, porém, já existindo um EU, com mecanismos mais íntimos...
            
 “(...) Nesta fase, o Princípio Espiritual afirmando-se com características individuais, pois já é um EU, uma individualidade com recursos apropriados, naturalmente buscará, por maturação as organizações hominais”.
             
Através dos tempos, nos reinos o princípio inteligente se elabora, se individualiza. Há um momento, não se sabe onde nem como, que o Princípio Inteligente sofre uma transformação e se torna Espírito. Começa então o período de Humanidade e com ele a consciência do futuro, a distinção entre o bem e o mal e a responsabilidade de seus atos.
             
Ressalta disso tudo que o início da determinação da vida é de difícil cálculo. Os físicos baseiam-se na presença de chumbo em material radioativo no período pré-cambriano, chegando a conclusão da existência de um bilhão e meio de anos. Estarão certos? Existiu algum período maior que este? A vida já existia antes?
            
 “(...) um planeta como o nosso, em volta de cinco bilhões de anos de existência, pelo menos três bilhões de anos foram dedicados na elaboração e desfile da vida”.¹

Leda Marques Bighetti
Março / 2009
 
Bibliografia:
1 Andréa, Jorge – Impulsos Criativos da Evolução – Editora Arte e Cultura – Niterói – RJ – 2ª ed. 1989 – cap I e II
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett