Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Capítulo III - Criação     |  02/02/2009
FORMAÇÃO DOS SERES VIVOS - (QUESTÕES DE 43 A 49) - PARTE VI
Livro Primeiro: As Causas Primárias
 
Cap. III - Criação

II - Formação dos Seres Vivos (questões de 43 a 49)

47 - A espécie humana se achava entre os elementos orgânicos do globo terrestre?
             Sim, e veio a seu tempo. Foi isso que deu motivo a dizer-se que o homem foi feito do limo da Terra.

Pelo que estudamos até agora, depreende-se o conceito evolucionista das espécies. Detalhes de como todo um processamento se realizou é impossível.
             
Por comparação, podemos presumir que Moisés há mais de três mil anos, precisou explicar para seu povo como ocorreu a criação, uma vez que, àquela época, tal preocupação já existia.
             
Como não podia saber nada de evolução, pois naquele tempo não havia Ciência, ele imaginou que o Ser humano fora criado pronto e acabado.
             
Por isso descreveu-se a criação de Adão e depois, a de Eva, baseando-se no trabalho do oleiro. Observava que este tinha o barro como matéria prima e trabalhava-o produzindo tijolos, telhas, ou vasilhas dando aos objetos a forma e a utilidade que visasse.
             
A criatividade do oleiro serviu de inspiração para Moisés, que comparou Deus ao oleiro e o ato da criação do homem à ação que o oleiro exercia sobre o barro. Desse modo, o homem antigo entendia a criação ou o aparecimento do homem.
             
Sabemos hoje que a Natureza obedece à lei da evolução e que nenhum ser vivo foi criado como é atualmente.
A vida na Terra é produto de bilhões de anos de transformação e aperfeiçoamento, de modo que não há um ser vivo sequer que esteja completamente pronto, acabado, incluindo-se nisso também o ser humano.
             
A Biologia, ciência que estuda a vida, informa que os primeiros seres vivos, que surgiram na Terra, eram seres extremamente simples, seres microscópicos constituídos de uma única célula, como as amebas, por exemplo.
             
Podemos imaginar que o Ser humano formado por dezenas de trilhões de células, teve também sua origem numa única célula.
             
Para termos melhor idéia do que aconteceu nesse processo de evolução, podemos nos basear no que acontece na vida pré-natal do organismo humano. Inicialmente o espermatozóide do pai fecunda o óvulo da mãe, surgindo então a célula ovo. É a célula inicial que vai se multiplicar rapidamente, formando ao longo do tempo um corpo que, de embrião se torna feto e depois nasce como um bebê. André Luiz compara esse processo que acontece mais ou menos durante nove meses, ao lento processo de evolução que aconteceu com a espécie humana durante milhões de anos.
             
A filogenia (história evolucionária das espécies) recapitula a ontogenia, ou seja, a evolução da vida uterina repete em alguns meses o que ocorreu ao longo da evolução do Ser humano sobre a face da Terra.
A obra da criação é complexa e não é um passe de mágica, como foi imaginado, que um boneco de barro, se transforma de repente, num Ser humano.
             
É sim, fruto de elaboração extremamente minuciosa e demorada que vai buscando formas cada vez mais perfeitas ao longo do tempo.
             
Antes de o homem ser homem, isto é, antes de adquirir a forma e as potencialidades humanas atuais, a caminhada se fez pelas estradas tortuosas do tempo, passando por múltiplas formas de vida, desenvolvendo o corpo e o espírito até alcançar a condição de ser inteligente.
             
Vegetais e animais igualmente vieram evoluindo, assumindo as mais variadas formas. Só a espécie humana, entretanto, ultrapassa os limites da irracionalidade alcançando a condição de ser inteligente.
             
O homem da atualidade, com todo seu aspecto biopsicológico, não constitui remate da evolução, sendo o constante vir-a-ser.

Leda Marques Bighetti
Fevereiro / 2009
 
Bibliografia:
Kardec, Allan – A Gênese – FEB – Rio de Janeiro – RJ – 18ª ed. 1976 – cap X
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett