Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Evangelho Segundo o Espiritismo  |  Dar de graça o que de graça receber   |  Capítulo XXVI   |  12/02/2019
MEDIUNIDADE GRATUITA

213-O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO - ALLAN KARDEC

CAPÍTLO XXVI: DAR DE GRAÇA O QUE DE GRAÇA RECEBER

ITENS 7 a 10:  MEDIUNIDADE GRATUITA

 

Os médiuns modernos - pois os apóstolos também tinham mediunidade – receberam igualmente de Deus um dom gratuito, que é o de serem intérpretes dos Espíritos, para instruírem os homens, para lhes ensinarem o caminho do bem e levá-los à fé, e não para lhes venderem palavras que não lhes pertencem, pois que não se originam nas suas ideias, nem nas suas pesquisas, nem em qualquer outra espécie de seu trabalho pessoal.

Com essas palavras Allan Kardec inicia seus comentários, apresentando um argumento importante para a gratuidade da mediunidade.

Quando se vende algo, recebe-se o pagamento correspondente. Ora, a mediunidade é dada para que todos recebam a luz, o auxílio. Cobrando seus serviços, os pobres, que não podem pagar, ficam excluídos desse benefício, dessa benção divina, o que contraria os desígnios do Senhor.

Esse procedimento, próprio de quem não penetrou na finalidade dessa faculdade, de quem não percebeu o objetivo divino em relação a ela, considerando-a como algo que lhe pertence, segundo os valores materiais, está bem distante dos ensinos de Jesus, das leis divinas por ele trazidas.

Por isso, o espiritismo exige estudo perseverante dos seus princípios, que sendo leis naturais, demonstram a necessidade de serem entendidos e vividos sob a moral divina.

“Mediunidade com Jesus” é usá-la, gratuitamente, no serviço do bem, com o esforço de desenvolver em si o amor a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo, da maneira como puder, perseverando na vontade de transformar seus sentimentos, seus pensamentos e atos, propiciando condições espirituais de convivência com Espíritos mais evoluídos.

São esses que trazem ensinos valiosos, proteção, inspiração, e amparo no contínuo viver do Espírito imortal.

Esses Espíritos não podem continuar com quem usa sua faculdade para beneficiar-se com valores materiais. Afastam-se e deixam esses médiuns à mercê de Espíritos inferiores em moralidade, embora possam ser muito inteligentes, enganando os que se colocam sob a sua guarda.

Por isso, Allan Kardec adverte: Aquele, pois, que deseja comunicações sérias, deve primeiro procurá-las com seriedade, esclarecendo-se quanto à natureza das ligações do médium com os seres do mundo espiritual. Ora, a primeira condição para se conseguir a boa vontade dos bons Espíritos, é a que decorre da humildade, do devotamento e da abnegação: o mais absoluto desinteresse moral e material.”

É preciso merecer a presença dos Espíritos elevados, oferecer-lhes as condições da boa vontade em servir de instrumento útil, na sua verdadeira finalidade: trabalhar no bem, pelo bem e para o bem de todos, sem nada exigir em troca, a não ser a satisfação de colaborar na obra divina do progresso da humanidade.

O autor também apresenta um argumento de ordem prática, na gratuidade da mediunidade, no que se refere à sua própria natureza.

Sendo uma faculdade que depende da vontade dos Espíritos que a usam, ela pode falhar, pode nada produzir, colocando seu explorador em uma situação difícil, na qual ele é tentado a fingir e mentir.

A mediunidade não é uma arte, nem uma habilidade, adquirida pelo estudo e trabalho, por isso não pode ser profissionalizada, existindo graças às atividades dos Espíritos. Se esses faltarem, ela não funciona. A aptidão permanece, mas não acontece o exercício. É como uma máquina parada.

Explorar a mediunidade, como se vê, é querer dispor de uma coisa que realmente não possui.” “... não é de si mesmo que se dispõe, e sim dos Espíritos, das almas dos mortos, cujo concurso é posto à venda. Este pensamento repugna instintivamente.

Foi esse tráfico, degenerado em abuso, explorado pelo charlatanismo, pela ignorância, pela credulidade e pela superstição, que provocou a proibição de Moisés”.  

Allan Kardec, estudando a mediunidade na prática, observando, analisando as revelações recebidas, percebeu e divulgou as leis que regem essa faculdade, compreendeu seu aspecto sério e sua finalidade sublime na transformação evolutiva dos homens e da humanidade.

Por isso, pela sua finalidade, o espiritismo desmascara essa exploração, elevando a mediunidade à categoria de missão, que depende, no seu uso, da moral do médium, a fim de que seja praticada, santamente, religiosamente.”

Por isso também, as reuniões mediúnicas são sempre iniciadas com uma prece, sendo que seus participantes já devem preparar-se, desde antes, em casa, vigiando mais os seus sentimentos, pensamentos e ações.

A mediunidade curadora, que transmite os fluidos salutares dos Bons Espíritos, deve ser feita como Jesus e os apóstolos faziam, sem nada cobrar.  Eles devem ser o exemplo a ser seguido.

 

Leda de Almeida Rezende Ebner – Fevereiro/ 2019

 

O CENTRO ESPÍRITA BATUIRA esclarece que permanece divulgando os estudos elaborados pela Sra. Leda de Almeida Rezende Ebner, após o seu desencarne, com a devida AUTORIZAÇÃO da família e por ter recebido a DOAÇÃO DE DIREITOS AUTORAIS, conforme registros em livros de Atas das reuniões de diretoria deste Centro.


 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett