Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Evangelho Segundo o Espiritismo  |  Não pôr a candeia debaixo do alqueire   |  Capítulo XXIV   |  12/03/2018
A CANDEIA DEBAIXO DO ALQUEIRE - ITEM 1,2 E 4

202-O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO - ALLAN KARDEC

CAPÍTULO XXIV: NÃO PÔR A CANDEIA DEBAIXO DO ALQUEIRE

ITENS 1, 2 e 4: A CANDEIA DEBAIXO DO ALQUEIRE

 

Nem os que acendem uma luzerna a metem debaixo do alqueire (*), mas, põem-na sobre o candeeiro, a fim de que ela dê a luz a todos os que estão na casa.” (Mateus, V: 15)

 

Ninguém, pois, acende uma luzerna e a cobre com alguma vasilha, ou a põe debaixo da cama; põe-na sobre um candeeiro, para que vejam a luz os que entram. Porque não há coisa encoberta, que não haja de saber-se e fazer-se pública.” (Lucas, VIII: 16 e 17)

 

 

Pode-se entender a Verdade como sendo essa luz, citada por Jesus, colocada sobre o candeeiro para que todos a recebam e a vejam.

A Verdade absoluta é Deus, e Ele não se esconde, Ele se mostra a todos, na Sua obra, na Sua criação, até nas obras humanas, pois os que as fazem, são os homens, seus filhos, com as faculdades e habilitações que Ele lhes deu.

 Deus se mostra na Vida, que explode exuberante em toda parte e no próprio homem, que a vive, que a exercita, desde a sua criação e a exercitará por todo o sempre.

O Espírito, criado simples e ignorante, fazendo a sua evolução em mundos materiais, vai pouco a pouco, percebendo, apreendendo partes dessa Verdade, de acordo com o desenvolvimento das suas capacidades intelectuais e morais.

O homem na Terra, mundo imperfeito para Espíritos rebeldes, agindo ainda uns devorando os outros, levados pelo orgulho e egoísmo, está bem longe de conhecer a Verdade no seu todo, apenas conhecida por aqueles que, pelo seu esforço, alcançaram a condição de Espíritos puros.

No entanto, a verdade possível ao homem não está escondida para ser descoberta, apenas exige condições especiais para ser percebida e apreendida.

Por isso, essa percepção não é a mesma para todos, dependendo do trabalho de evolução de cada um, dentro de si, pois ver e interpretar são ações individuais, ou seja, cada um interpreta o que vê, o que sente, segundo sua estrutura intelectual e moral.

Assim, a luz da Verdade está nas leis divinas que regem todo o universo, que vem sendo percebida conforme a evolução dos homens na Terra.

Jesus trouxe a verdade que a humanidade terrena pode perceber, e até hoje, mais de 2000 anos após, muitos e muitos homens estão sem entendê-la.

Esse fato prova a sabedoria e a misericórdia divina, ao revelar a verdade possível a seus filhos, e esperar, paciente, que eles a percebam, a entendam, e a aceitem, quando lhes for possível, de acordo com sua vontade, sem imposições, apenas com o funcionamento de Suas leis sábias, justas e misericordiosas.

Assim, os que conseguem apreender algo da verdade possível, já têm o dever de auxiliar outros a percebê-la, sem imposições, através das palavras, dos meios de comunicação, mas, principalmente, através da vivência dessa verdade.

Não guardá-la para si, não ficar com ela apenas no seu intelecto, como mais um conhecimento, mas divulgá-la, principalmente, através dos seus atos e atitudes, irradiando a luz da verdade que já possui.

Devem os filhos imitar o Pai, que nada impõe, mas, também não esconde o que pode ser visto, entendido, aprendido e praticado. “Porque não há coisa encoberta, que não haja de saber-se e fazer-se pública.

Esforcemo-nos, pois, para apreender as leis divinas, que conseguirmos perceber, sentindo, pensando e vivendo de acordo com elas, a fim de que nossa caminhada evolutiva se faça com mais segurança, sem tantas dores e sofrimentos, apenas pelo uso da nossa vontade no bem, pelo bem e para o bem.

 

*Alqueire, no dicionário Houais: “recipiente quadrado, geralmente, de madeira e com duas asas, utilizado para medir um alqueire de cereais.”

 

Leda de Almeida Rezende Ebner – Março/2018

 
Bibliografia:
CENTRO ESPÍRITA BATUIRA esclarece que permanece divulgando os estudos elaborados pela Sra Leda de Almeida Rezende Ebner, após o seu desencarne, com a devida AUTORIZAÇÃO da família e por ter recebido a DOAÇÃO DE DIREITOS AUTORAIS, conforme registros em livros de Atas das reuniões
 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett