Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Livro Segundo: Mundo Espírita ou dos Espíritos     |  08/10/2014
PERISPÍRITO - APANHADO GERAL - 93 A 95
Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade (Segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec).

                                          LIVRO SEGUNDO

                          “MUNDO ESPÍRITA OU DOS ESPÍRITOS”

                         CAPÍTULO I – DOS ESPÍRITOS


   QUESTÕES DE 76 A 131
I – Origem e Natureza dos Espíritos – 76 A 83
II – Mundo Normal e Primitivo – 84 A 87
III – Forma e Ubiquidade dos Espíritos – 88 A 92ª
IV – Perispírito – 93 A 95
V – Diferentes ordens dos Espíritos – 96 A 99
VI – Escala Espírita – 100 A 113
VII – Progressão dos Espíritos – 114 A 127
VIII - Anjos e Demônios – 128 A 131

PERISPÍRITO - APANHADO GERAL - q. 93 a 95

1 - PERISPÍRITO

A primeira vez que os Espíritos se referem à existência do corpo intermediário é na questão 27 de “O Livro dos Espíritos”. Fazem-no de maneira indireta. Dizem eles: “... ao elemento material se tem que juntar o fluido universal que desempenha o papel de intermediário entre o Espírito e a matéria propriamente dita por demais grosseira para que o Espírito possa exercer ação sobre ela”. 
Allan Kardec, nesse momento, desenvolvia estudos sobre fluidos e não entrou, naquele momento, com o aspecto que dizia respeito à individualidade do Espírito.
O termo períspirito surge pela primeira vez como subtítulo neste item em estudo.
“O Espírito é envolvido por uma substância que é vaporosa para ti, mas ainda bastante grosseira para nós; suficientemente vaporosa, entretanto, para que ele possa elevar-se na atmosfera e transportar-se para onde quiser”.
“Envolvendo o gérmen de um fruto há o perisperma; do mesmo modo, uma substância que por comparação, se pode chamar períspirito, serve de envoltório ao Espírito propriamente dito”.
Allan Kardec não cria, portanto, apenas a palavra Espiritismo e espírita, mas também a palavra “períspirito” para designar aquilo que os Espíritos chamavam de “princípio intermediário”.
Da questão 94ª em diante passa a utilizar-se desse termo toda vez que referencia o envoltório, o corpo semimaterial do Espírito.
Pela sua essência, o Espírito é o ser inteligente, que dada a sua natureza, como anteriormente estudamos, não pode ter ação direta sobre a matéria, sendo-lhe para isso, necessário um intermediário, um envoltório fluídico, o qual de certo modo faz parte integrante dele.
É de natureza semimaterial, isto é pertence à matéria por sua origem e ao mundo espiritual por sua constituição etérea, fluídica.
Como toda matéria, é tirado ou formado pelo Fluido Cósmico Universal que nesta circunstância sofre modificações específicas.
Esse envoltório que recebeu o nome de períspirito faz do Espírito um ser concreto, definido. Torna-o apto a atuar sobre a matéria tangível, conforme acontece com os fluidos imponderáveis, que são como se sabe os propulsores de poderosos motores.
O períspirito é formado pelo fluido universal peculiar a cada globo, de modo que, os Espíritos reencarnados na Terra, possuem um períspirito retirado do fluido universal próprio a esse planeta.
Podemos compará-lo com o vapor que pode passar do estado de invisibilidade ao brumoso, ao líquido, ao sólido e vice-versa. Estes diferentes estados são produto da vontade do Espírito que pode restringi-lo, estendê-lo, alterar, mudar conforme sua vontade.
Qualquer Espírito, por mais evoluído que seja, para reencarnar na Terra, por exemplo, tem que se revestir desse envoltório, possuindo, portanto, durante sua encarnação um envoltório grosseiro, entretanto, sempre em relação com o seu grau de adiantamento.
Os Espíritos inferiores não podem mudar de períspirito a seu bel-prazer, pelo que não podem alterá-lo à vontade uma vez que seu teor evolutivo não lhe oferece essa possibilidade de alteração, mudança.
Por isso, haverá alguns cujo envoltório, se bem que imponderável em relação à matéria tangível, ainda é por demais pesado, não lhes permitindo sair do meio que lhes é próprio. Haverá aqueles que os tem tão grosseiro que eles o confundem com o corpo carnal, razão pela qual continuam a crer-se “vivos”, isto é, encarnados.
Não ficando confinado ao corpo físico, por sua natureza fluídica, irradia externamente e forma ao redor do corpo uma espécie de atmosfera, como um vapor que dele se desprende.
Assim como um corpo sadio desprende fluidos sadios, um Espírito inferior desprende fluidos acres que infestam lugares. O períspirito se impregna pelas qualidades ou inferioridades do pensamento e irradia essas emanações em torno do corpo.
O pensamento cria imagens fluídicas que se refletem no períspirito como num espelho: o pensamento se “materializa” e ai se fotografa. O pensamento quer sejam bons ou ruins se refletem nessa antecâmara do Espírito, dai a possibilidade de “lerem” os mais secretos anseios do homem.
Os Espíritos superiores podem vir a mundos inferiores e até encarnar neles. Tiram dos elementos constitutivos do mundo em que vão encarnar os elementos necessários para formação do envoltório fluídico apropriado.

Para aprofundamento, encontraremos bibliografia em “A Gênese” – cap. X e XI: “Deus na natureza” – Camille Flammarion II; “Revista Espírita” ano 1866 pag. 67-71 a 77; 1861 – pag. 45 e 1868 pag. 166 – 1859 pag. 80; “Evolução em Dois Mundos” cap 1; “Mecanismos da Mediunidade” cap III, ambos de André Luiz e “O Livro dos Médiuns” itens 75-77 e 98. Também no livro Educação Mediúnica – Teoria e Prática - vol 1 - Ribeirão Preto: BELE, 2005 de Leda Marques Bighetti. Para enriquecimento do tema remetemos ainda a: Gabriel Delanne – Evolução Anímica, Hermínio C. Miranda – A Memória e o Tempo, além dos citados ou transcritos no texto.


Leda Marques Bighetti 
 Outubro/2014

 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett