Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Livro Segundo: Mundo Espírita ou dos Espíritos     |  12/09/2014
III – FORMA E UBIQUIDADE DOS ESPÍRITOS – 88 A 92ª
Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade (Segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec).


LIVRO SEGUNDO

“MUNDO ESPÍRITA OU DOS ESPÍRITOS”

 CAPÍTULO I – DOS ESPÍRITOS


   QUESTÕES DE 76 A 131
I – Origem e Natureza dos Espíritos – 76 A 83
II – Mundo Normal e Primitivo – 84 A 87
III – Forma e Ubiquidade dos Espíritos – 88 A 92ª
IV – Perispírito – 93 A 95
V – Diferentes ordens dos Espíritos – 96 A 99
VI – Escala Espírita – 100 A 113
VII – Progressão dos Espíritos – 114 A 127
VIII - Anjos e Demônios – 128 A 131


III - FORMA E UBIQUIDADE DOS ESPÍRITOS (q. 88 a92-a)

 88 – Os Espíritos têm uma forma determinada, limitada e constante?
     - Aos vossos olhos, não; aos nossos sim. Eles são, se o quiserdes, uma flama, um clarão ou uma centelha etérea.*.
       (* Esse trecho se refere ao Espírito puro, desprovido do períspirito. Necessário atentar para essas variações, para não confundirmos as explicações.(N. do T).

          No estudo de junho passado estudamos o acima em detalhes. Retomamos acrescendo reflexões, uma vez que são habituais nas representações em pinturas, esculturas de gênios, Espíritos considerados elevados, a alegoria de colocar uma chama, claridade, uma auréola no alto da cabeça, para significar superioridade de alguém em relação aos demais.
Na realidade essa resposta em relação à centelha, flama, brilho que pode ir do rubi escuro, etc., são pálidas comparações com que se pretende passar uma simbologia de um máximo daqueles que conseguiram superar limitações do mundo físico e dos sentidos. Usa-se do conhecido para dar uma ideia de possível semelhança.
          “A Ciência ensina-nos que os sentidos apenas nos fazem conhecer uma ínfima parte da Natureza, porém que, além e aquém dos limites impostos às nossas sensações, existem sensações sutis, em número infinito, que constituem modos de existência de que não podemos fazer ideia, por falta de palavras para exprimi-la
            A Alma assiste, pois, a espetáculos que não temos meios de descrever: ouve harmonias que nenhum ouvido humano tem apreciado, move-se em completa oposição às condições de viabilidade terrestre. O Espírito libertado das cadeias do corpo não tem mais necessidade de alimentar-se, não se arrasta mais pelo solo: a matéria imponderável de que é formado permite-lhe transportar-se para os mais longínquos lugares com a rapidez do relâmpago, e, segundo o grau de seu adiantamento moral, suas ocupações espirituais afastam-se mais ou menos das preocupações que nutria na Terra”. (Delanne, G. “O Fenômeno Espírita” p. 213)
            Na questão 89, 90 e 91, é abordado o tempo que um Espírito levaria para cruzar o espaço, se tem consciência da distância que percorre, dos locais, lugares que atravessa ou se subitamente é transportado para onde deseja ir.
            Quando Allan Kardec pergunta qual o gasto de tempo para transportar-se de um local para outro, recebe a resposta que o tempo se processa tão rápido como o pensamento. Sendo este um atributo da alma, para onde o pensamento for direcionado, ali também a alma estará uma vez que quem pensa é ela.
            Desse modo, pelo pensamento, atravessa espaços, de canto a outro, tomam ou não consciência do caminho conforme os objetivos que o movam ou conforme a evolução em que igualmente distância e detalhes podem desaparecer por completo.
            A matéria não constitui obstáculo ao Espírito que pode, segundo seu grau evolutivo penetrar em tudo por um processo de desmaterialização ou afastamento das moléculas. “... eles penetram em tudo: o ar, as águas, o próprio fogo, lhes são igualmente acessíveis”.
             Recorde-se que o pensamento é portador de energias específicas e traduz o grau de evolução da alma sob continuada onda de força que contém.
             Se recordarmos que todas as construções do Universo, assim como ele mesmo procedem do pensamento Criador de Deus, energia viva a manter formas, combinações e realizações, talvez facilite entender a ação dessa usina geradora a ser entendida como potência que tudo pode transformar em fonte de luz.
             O mundo por toda parte, na erraticidade, segundo ensinam os Espíritos tem esplendores e harmonias que os Espíritos inferiores, ainda dominados pela matéria, nem mesmo entrevê. A estes a capacidade de ir e vir, de locomoção será limitada pela pessoal condição evolutiva.
Estudamos serem os Espíritos criados simples e ignorantes com aptidão para tudo adquirirem e progredirem em função do seu livre arbítrio.  Em função desse maior ou menor trabalho que realizam consigo desenvolvem capacidades que estarão na razão direta do progresso intelectual e moral realizado.
             Em decorrência, Espíritos podem estar ao lado de Espíritos, uns imersos em trevas, enquanto outro resplandecente e vê tudo claramente. como um cego que caminha ao lado do que percebe a luz.
             A felicidade, a capacidade de projetar-se a locais e lugares, portanto, é inerente ás qualidade desenvolvidas. Usam-nas naturalmente onde quer que estejam, na superfície da Terra, no meio dos desencarnados ou no espaço. Ter consciência da distância, detalhes, meios que atravessa ou transportar-se subitamente, é possibilidade que usará ou não segundo avaliações que o exijam. Ambas as situações são possíveis – isso dependerá da vontade e da natureza mais ou menos depurada.
Em meio a toda essa possibilidade é possível estar em dois lugares ao mesmo tempo?
             Não. Não há divisão do Espírito, portanto, ele não pode estar ao mesmo tempo em várias partes. O que acontece, e sempre dependente do teor evolutivo, é um mesmo Espírito poder ser percebido em lugares simultâneos.  É um centro irradiador abrangente que se esparze, parecendo, dando impressão que está ao mesmo tempo em vários lugares.
             “Vês o sol, que não é mais do que um, e não obstante irradia por toda parte e envia os seus raios até muito longe. Apesar disso, ele não se divide.
               Reiteram-se as atenções necessárias: nem todo espírito dispõe das mesmas condições irradiantes. Estarão na dependência do grau de pureza, de elevação de cada um.
               Entender que o Espírito é indivisível, podendo estender seu pensamento em várias direções – sem que por isso se dividir. Somente nesse sentido se deve entender ubiquidade.

    Para aprofundamento, encontraremos bibliografia em “A Gênese” – cap. X e XI: “Deus na natureza” – Camille Flammarion II; “Revista Espírita” ano 1866 pag. 67-71 a 77; 1861 – pag. 45 e 1868 pag. 166 – 1859 pag. 80; “Evolução em Dois Mundos” cap 1; “Mecanismos da Mediunidade” cap III, ambos de André Luiz e “O Livro dos Médiuns” itens 75-77 e 98. Também no livro Educação Mediúnica – Teoria e Prática - vol 1 - Ribeirão Preto: BELE, 2005 de Leda Marques Bighetti. Para enriquecimento do tema remetemos ainda a: Gabriel Delanne – Evolução Anímica, Hermínio C. Miranda – A Memória e o Tempo, além dos citados ou transcritos no texto.


Leda Marques Bighetti 
Setembro/2014

 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett