Untitled Document
 
Olá! CONECTE-SE AO CEBATUIRA ou CADASTRE-SE!
Untitled Document
Sua cesta está vazia
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério

Centro Espírita Batuíra Favoritos Centro Espírita Batuíra FACEBBOK
 Home   Centro Espírita   Loja Virtual   BELE   Estudos   Efemérides   Mensagens   Onde Estamos   Contato 
 
Estudos Imprimir Indique voltar
O Livro dos Espíritos  |  Livro Segundo: Mundo Espírita ou dos Espíritos     |  12/04/2014
ORIGEM E NATUREZA DOS ESPÍRITOS – 76 A 83
Contendo os princípios da Doutrina Espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos Espíritos e suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente, a vida futura e o porvir da Humanidade (Segundo o ensinamento dos Espíritos superiores, através de diversos médiuns, recebidos e ordenados por Allan Kardec)

LIVRO SEGUNDO
“MUNDO ESPÍRITA OU DOS ESPÍRITOS”
CAPÍTULO I – DOS ESPÍRITOS

   QUESTÕES DE 76 A 131
I – Origem e Natureza dos Espíritos – 76 A 83
II – Mundo Normal e Primitivo – 84 A 87
III – Forma e Ubiquidade dos Espíritos – 88 A 92ª
IV – Perispírito – 93 A 95
V – Diferentes ordens dos Espíritos – 96 A 99
VI – Escala Espírita – 100 A 113
VII – Progressão dos Espíritos – 114 A 127
VIII - Anjos e Demônios – 128 A 131


  Após o estudo introdutório para o Capítulo I do Livro Segundo, temos que nos perguntar como em “O Livro dos Médiuns”:
- Há Espíritos?
- Creio que esse existir é real?                     
- Como pessoa, agora sou Espírito, ou só passarei a sê-lo após a morte do corpo físico?
- Quais são minhas ideias a respeito do assunto?
     
Grande parte da dúvida ou incerteza a respeito da realidade espiritual detém-se no desconhecimento da natureza do ser imortal.

Normalmente, Espíritos são vistos ou mostrados como seres a parte da Criação, em contos fantásticos, absurdos que passam a povoar mentes que se encastelam no “sobrenatural”.

Essa ideia só mudará quando se começar aceitar um Princípio Inteligente fora da matéria, tomando como ponto de partida a preexistência, existência, sobrevivência e individualidade da alma, premissa que encontrará na Doutrina Espírita sua demonstração positiva.
     
Desde que se admita - existência da alma e sua individualidade após a morte – há, por conseguinte, que também se admita:
           
1º. – sua natureza, isto é, a essência, o conjunto de propriedades e características que definem essa espécie, esse tipo, haverá de ter uma condição própria, um traço distintivo, particularidades que diferem da constituição do corpo físico, visto que quando separado deste, deixa de ter as peculiaridades naturais da matéria. 
           
2º. – esse Espírito tem consciência de si. É passível de pensar, alegrar-se, sofrer, criar, arquitetar sem o que seria improdutivo, paralisado, sem ação.
     Em “A Gênese” cap. XI, após estudos sobre a formação primária dos seres vivos até a constituição do homem corpóreo, as pesquisas prosseguem buscando a origem e desenvolvimento espiritual. Conclui-se que assim como a matéria não precisa de demonstração, o Espírito se afirma por seus efeitos.
     O som de um sino agitado pelo vento é bem diferente do bimbalhar festivo, alegre, ou surdo, cadenciado, triste, sinais expressivos de um pensamento, passando uma mensagem de algo que porventura esteja acontecendo.
     
Não se pensará que essa forma de “expressão” venha do sino como objeto, mas que obedece a uma inteligência que se serve da matéria para se manifestar desta ou daquela forma.
     
O mesmo raciocínio se faça em relação a um Homem cujo corpo físico está morto. Por que não mais pensa?
     
Se quando “vivo” pensava, se comunicava e agora não mais o faz, é que nele há ou havia alguma coisa inexistente neste momento em que se encontra “morto”.
     
Assim como no sino, uma inteligência o movia; no caso do Homem a mesma inteligência está ausente, ausência esta que não mais lhe permite comunicação, realizações. 
     
No item 6 do capítulo citado acima pergunta-se:
          - “Terá o princípio espiritual sua fonte de origem no elemento cósmico universal”? Será ele apenas uma transformação, um modo de existência desse elemento como a luz, a eletricidade, o calor, etc.? 
     A resposta não deixa dúvida ao explicar que se assim fora, ele Espírito, sofreria as mesmas vicissitudes da matéria, extinguindo-se com ela.
     O princípio espiritual tem, portanto, existência própria, sendo o pensamento, a inteligência, atributos, peculiaridades, traço marcante.  
      Individualizado, o elemento espiritual constitui os seres chamados Espíritos, definidos na questão 76 como os seres inteligentes da criação que povoam o Universo, além do mundo material.
     Prescindem do mundo material, agem sobre ele, “corporificam-se” através do corpo na reencarnação; recebem estímulos; transmitem impressões em intercâmbio expressivo e contínuo.
     Nota: - em “O Livro dos Espíritos” até a questão setenta e cinco, a palavra Espírito é escrita com e minúsculo significando o elemento inteligente universal. Da questão setenta e seis em diante grafa-se Espírito com E maiúsculo, designando a partir de então os seres extracorpóreos.
     A prova de sua existência e sobrevivência é demonstrada pelas manifestações espíritas, mas essa realidade é negada, não aceita por inúmeros que alegam impossibilidade para isso, uma vez que são seres imateriais e como tal não podem atuar sobre a matéria.
     Tal afirmação decorre exatamente por desconhecimento da verdadeira natureza do Espírito que são reais, verdadeiros, individualizados e não seres vagos e indefinidos.
     São e constituem-se como seres inteligentes da criação povoando o Universo fora do mundo material. São individualizações do princípio inteligente assim como os corpos são individualizações do princípio material.
     Admitido o ser espiritual e não procedendo ele da matéria, qual o seu ponto de partida?
     Aqui os meios de investigação tornam-se insuficientes como para tudo quanto diga respeito à origem das causas.
     Apenas pode-se comprovar que existem conhecimentos maiores fora do alcance da capacidade de inteligência atual, quer por ser inútil esse desvendar agora ou até prejudicial. Estaria o homem preparado para esse domínio? Que uso faria?
     
O que Deus permite que seus Mensageiros revelem é que:
 - todos procedem do mesmo ponto de partida;
 - são criados simples e ignorantes com igual aptidão para progredir pelas atividades individuais; 
- todos atingirão o grau máximo de perfeição através dos esforços pessoais;
- todos sendo filhos de um mesmo Pai são objeto de igual solicitude;
- nenhum há mais favorecido ou melhor dotado que os outros, nem dispensado do trabalho imposto aos demais para atingirem a meta.
A época e o modo pelo qual essa formação aconteceu são desconhecidos.

Leda Marques Bighetti 
 abril/2014

 
Bibliografia:
Para aprofundamento, encontraremos bibliografia em “A Gênese” – cap. X e XI: “Deus na natureza” – Camille Flammarion II; “Revista Espírita” ano 1866 pag. 67-71 a 77; 1861 – pag. 45 e 1868 pag. 166 – 1859 pag. 80; “Evolução em Dois Mundos” cap 1; “Mecanismos da Mediunidade” cap III, ambos de André Luiz e “O Livro dos Médiuns” itens 75-77 e 98. Também no livro Educação Mediúnica – Teoria e Prática - vol 1 - Ribeirão Preto: BELE, 2005 de Leda Marques Bighetti. Para enriquecimento do tema remetemos ainda a: Gabriel Delanne – Evolução Anímica, Herminio C. Miranda – A Memória e o Tempo, além dos citados ou transcritos no texto.

 
ENVIE SEU COMENTÁRIO
ADICIONAR AOS FAVORITOS
 
Documento sem título
 
  Menu
  Estudos
 Estudos Obras Básicas
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Espíritos
ESTUDOS BATUIRA  O Livro dos Médiuns
ESTUDOS BATUIRA  O Evangelho Segundo o Espiritismo
ESTUDOS BATUIRA  O Céu e o Inferno
ESTUDOS BATUIRA  A Gênese
 Estudos sobre evangelização e mocidade
ESTUDOS BATUIRA  Evangelização Infantil
ESTUDOS BATUIRA  Mocidade Espírita Batuira
 Estudos temáticos
ESTUDOS BATUIRA  Estudo Evangélico
ESTUDOS BATUIRA  Ciência Rumo ao Espiritísmo
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Home
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Centro Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Loja Virtual
BATUIRA RIBEIRAO PRETO BELE
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Bazar
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mensagens
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Poesias
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Reflexões Espíritas
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Batuira em Coral
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Contato
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Onde estamos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Calendário C.E.B.
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Programação Especial
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Mapa do site
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Canal Batuira
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Galeria de Fotos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meu Cadastro
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus favoritos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Meus Pedidos
BATUIRA RIBEIRAO PRETO Minhas Participações
   
   
   
 
 
Receba nosso Newsletter
Receba nossas mensagens, calendário e estudos por e-mail
enviar
 
Rua Rodriges Alves, 588
Ribeirão Preto - S.P.
Cep: 14050-090 - Vila Tibério
  Centro Espirita Batuira Favoritos   Centro Espirita Batuira FACEBBOK
 Copyright 2014 | Centro Espírita Batuira- Todos os direitos reservados.          by vianett